Representante da Unesco avalia avanços do Projeto Gol do Brasil em Teresópolis

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

O município é o único do Estado do Rio a manter vivo o projeto que contempla crianças e adolescentes de 6 a 15 anos

Teresópolis recebeu nesta terça-feira (28), a visita da representante da Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura), Carolina de Paula, acompanhada do coordenador técnico da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), Bruno Rosell. A consultora esteve na cidade para realizar a avaliação de impacto social do projeto ‘Gol do Brasil’, que tem como missão promover cidadania e educação por meio do futebol. A iniciativa do programa é uma parceria entre a Prefeitura de Teresópolis, por meio da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer e a CBF.

Para verificar a qualidade das aulas ministradas e o avanço dos alunos, Carolina de Paula realiza avaliação e pesquisa de desenvolvimento socioeducacional. “Acreditamos que o ‘Gol do Brasil’ tenha impacto social na vida das pessoas. Por meio de informações, diálogos com os responsáveis e alunos, conseguimos avaliar as unidades, a satisfação e, principalmente, o que precisa ser melhorado. Percebemos que em Teresópolis os resultados são sempre muito positivos, a alegria e motivação dos alunos e familiares nos dão essa confirmação”, relatou a consultora da Unesco.

O projeto oferece aulas gratuitas de futebol de campo para crianças e adolescentes de 06 a 15 anos da rede municipal de ensino e também os inscritos no Cadastro Único de programas sociais. O lançamento ocorreu em setembro de 2019, e atualmente conta com 65 alunos cadastrados.

Para Bruno Rosell, um dos idealizadores do projeto, a iniciativa é uma oportunidade de desenvolver questões sociais importantes com alunos em situação de vulnerabilidade, e tudo isso por meio do esporte. “Quando nos referimos a esse projeto, não podemos falar somente de esporte, precisamos pensar que ele tem como missão transformar vidas. Nesse bate-papo com alunos e responsáveis, temos uma avaliação muito positiva sobre o desenvolvimento de crianças e jovens e dos avanços do projeto em Teresópolis”, comentou, anunciando que a CBF está em acordo com a Prefeitura para que a unidade seja um legado da Copa do Mundo.

A secretária de Esporte e Lazer, Geovânia Maia, destacou a importância da iniciativa. “O Prefeito Vinicius Claussen trabalhou incansavelmente para trazer o ‘Gol do Brasil’ para Teresópolis. O Esporte busca sempre apresentar-se como um importante instrumento de proteção social das crianças e adolescentes, por meio de diversas modalidades e projetos. E o ‘Gol do Brasil’ proporciona inúmeras mudanças na vida dos alunos. O nosso objetivo é, futuramente, expandir o projeto, aumentar o número de alunos atendidos e qualificar, cada vez mais, as ações com as nossas crianças e adolescentes”.

 ‘Gol do Brasil’

O projeto é norteado pelas dez habilidades de vida preconizadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS): autoconhecimento, relação interpessoal, pensamentos crítico e criativo, empatia, resolução de problemas, tomada de decisão, lidar com emoções e com o estresse, e comunicação eficaz.

“É muito gratificante ver a evolução das crianças em todas as esferas da vida delas, pois além do treinamento do futebol, trabalhamos para formação, desenvolvimento e caráter do cidadão. A nossa meta é preparar crianças e jovens para a vida além dos gramados e acreditamos que a melhor avaliação da nossa escola é feita pelos pais.”, frisou o professor Jhony Marra coordenador da Unidade Teresópolis.

Pai do aluno Jhuan D’carlo, Marquinhos agradeceu em nome de todos os responsáveis. “Esse projeto busca melhorar o desenvolvimento e formação das nossas crianças através do futebol, tornando o aprendizado em momento de diversão e descobertas. Temos total confiança e segurança que nossos filhos são tratados com carinho e respeito, só temos a agradecer a dedicação de toda equipe. Que a gestão municipal sempre promova  projetos sociais que acolham os jovens da nossa cidade”.

Fotos: Bruno Nepomuceno

Fonte: Prefeitura de Teresópolis