Pesquisa revela avaliação positiva da Secretaria de Cultura de Teresópolis na gestão dos recursos da Lei Aldir Blanc

0
15


Uma pesquisa produzida e publicada esta semana pelo Fórum Municipal de Cultura revelou que a cadeia produtiva avaliou de forma positiva a atuação da Secretaria de Cultura de Teresópolis na gestão dos recursos da Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc. A enquete contou com a participação de 85 pessoas, entre artistas, produtores culturais e trabalhadores do setor cultural, que responderam um questionário com 11 perguntas.

Realizada entre abril e junho de 2021, a pesquisa abrangeu perguntas sobre a aplicação da lei no município como um todo, incluindo a atuação da Secretaria de Cultura na gestão dos recursos, divulgação, formas de inscrição, atendimento e satisfação. Em praticamente todos os itens, a Secretaria de Cultura de Teresópolis foi avaliada de forma positiva.

“Ficamos muito satisfeitos com o resultado da pesquisa. Saber que fomos bem avaliados é o maior reconhecimento que poderíamos ter. Afinal, tivemos um tempo muito curto para a aplicação da lei e todo o processo foi um aprendizado gigante para a equipe, que muito se esforçou para que o recurso chegasse até o artista. Sem o trabalho de equipe e toda esta dedicação, não teríamos alcançado este resultado. É claro que sempre temos passos a avançar e, com certeza, aproveitaremos ao máximo os dados expressados pelo público, na busca pelo constante aprimoramento da cultura em nosso município”, comemora a Secretária de Cultura, Cléo Jordão, lembrando que, em breve, novos editais serão lançados pela Secretaria de Cultura, desta vez, com recursos municipais. “É um formato justo e democrático, que pretendemos adotar mais vezes de agora em diante. Em breve, lançaremos dois novos editais, movimentando novamente a cadeia produtiva cultural de Teresópolis. Aguardem”, anuncia.

A Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc (Lei federal 14.017/20) foi criada em 2020, com o objetivo de auxiliar o setor cultural brasileiro, extremamente prejudicado pela pandemia da Covid-19. Cerca de R$ 3 bilhões do Fundo Nacional de Cultura foram distribuídos entre estados e municípios brasileiros visando o fomento do setor cultural, através de renda emergencial, subsídio mensal para manutenção de espaços e editais e chamadas públicas.

Teresópolis recebeu R$ 1.231.000,00 em recursos, que foram gerenciados pela Secretaria de Cultura, em parceria com o Conselho Municipal de Políticas Culturais. O trabalho em conjunto envolveu o lançamento de seis editais, contemplando instituições, coletivos e artistas individuais, através de subsídios, aquisição de projetos e prêmios. Mais de 300 profissionais foram diretamente beneficiados e estima-se que mais de 100 mil pessoas tenham tido acesso virtualmente às produções de Teresópolis.

PESQUISA LEI ALDIR BLAN EM TERESÓPOLIS – CLIQUE AQUI

 



Fonte: Prefeitura de Teresópolis