‘Operação Remate’ busca cumprir 35 mandados de prisão temporária em Petrópolis, RJ; 11 pessoas já foram presas | Região Serrana

0
20


Uma operação da Polícia Civil busca cumprir 35 mandados de prisão temporária e 40 mandados de busca e apreensão na manhã desta quinta-feira (2) em Petrópolis, na Região Serrana do Rio. Os alvos da Operação Remate são pessoas suspeitas de envolvimento com o tráfico de drogas e em um ataque em um bar no bairro São Sebastião que deixou um homem morto e três pessoas feridas, em julho deste ano.

A ação começou às 5h e, até as 7h, onze pessoas já foram presas. A operação é realizada por policiais civis da 105ª DP com o apoio de policiais militares do 26º Batalhão da Polícia Militar.

Participam da Operação Remate policiais civis da 105ª DP e militares do 26º BPM — Foto: Lucas Machado/Inter TV

De acordo com a Polícia Civil, as investigações começaram a partir do ataque no interior de um bar, no dia 29 de julho de 2021. Entre os três feridos na época, estava um PM da ativa.

“Os atiradores, traficantes locais, tentaram contra a vida de todos que estavam no bar porque acreditavam que eles colaboravam com a atuação da polícia na região”, disse o delegado titular da 105ª DP, João Valentim.

Segundo a polícia, a vítima assassinada e os feridos não tinham envolvimento com nenhum crime.

A investigação identificou o mandante e os executores da chacina, e revelou toda a estrutura do tráfico de drogas atuante nos bairros São Sebastião e Siméria, em Petrópolis.

Os mandados estão sendo cumpridos nos bairros São Sebastião, Rua Dr. Thouzet e Siméria, em Petrópolis; e em Chácaras Rio-Petrópolis, em Duque de Caxias.

“Quatro desses mandados dizem respeito ao homicídio ocorrido no dia 29 de julho de 2021. A partir dessa investigação nós identificamos os executores. Os 31 outros mandados referem-se a integrantes do tráfico de drogas de uma determinada facção. Foi identificada a atuação de cada um deles e a amplitude da investigação possibilitou entender a dinâmica do tráfico de drogas ali naquela região”, disse o delegado.

Presos na Operação remate foram levados para a 105ª DP, em Petrópolis — Foto: Lucas Machado/Inter TV

Esta reportagem segue em atualização.



Fonte: G1