Nova Friburgo, RJ, registra manifestações em dois pontos da cidade neste 1º de maio | Região Serrana

0
41


Nova Friburgo, na Região Serrana do Rio, registrou duas manifestações neste sábado (1º), feriado do Dia do Trabalhador. Os dois atos foram pacíficos, começaram por volta das 11h e duraram cerca de uma hora, segundo a Polícia Militar.

Um deles era em apoio ao governo Bolsonaro. Cerca de 150 manifestantes, segundo a PM, se reuniram na Praça Demerval Barbosa Moreira. Com bandeiras do Brasil e cartazes em apoio ao presidente, eles realizaram uma caminhada pela Avenida Alberto Braune até a Prefeitura de Nova Friburgo.

Em outro ponto, também na região central do município, diversos setores da sociedade civil, entre pais de alunos, médicos infectologistas e representantes da Defensoria Pública, realizaram um ato simbólico e silencioso pedindo o retorno das aulas presenciais.

O ato pacífico pela educação, que aconteceu na Praça do Suspiro, reuniu cerca de 15 manifestantes, segundo a PM.

Segundo a organização do ato, as dezenas de bolas amarradas umas ao lado das outras simbolizaram as crianças fora das salas de aula, como forma de não causar aglomeração. Além disso, as bolas também representaram a esperança de cada criança pelo retorno presencial das aulas. Faixas com mensagens defendendo o retorno presencial também foram fixadas ao longo da praça.

O grupo também defendeu a prioridade na vacinação dos profissionais da educação. No geral, o ato foi de apoio ao poder público municipal, que publicou na última quinta-feira (29) o decreto 982, que estabelece o retorno gradual das aulas presenciais, exceto na bandeira roxa estadual.

Com risco muito alto de contaminação, aulas em Friburgo, RJ, continuam suspensas

Com risco muito alto de contaminação, aulas em Friburgo, RJ, continuam suspensas

O decreto publicado pela na última quinta-feira (29), previa o retorno das aulas presenciais para a rede particular na próxima segunda-feira (3), e o retorno presencial de 40 das 121 escolas da rede municipal de ensino no dia 17 de maio.

Entretanto, com o anúncio de que Nova Friburgo entrou na bandeira roxa estadual (risco alto) na tarde da última sexta (30), o município informou que, pelo menos até a próxima semana, o retorno das aulas presenciais está suspenso, já que no próprio decreto 982 consta que as atividades presenciais não podem funcionar enquanto o município estiver sob bandeira roxa no painel de Covid-19 do estado.

Ainda de acordo com o decreto municipal, as turmas não vão retornar ao mesmo tempo. E o funcionamento das escolas vai ser com 50% do número de alunos matriculados por turma, ou excepcionalmente onde as salas de aula apresentarem condições pra acomodar os estudantes com no mínimo 2 metros de distância uns dos outros. Tudo isso exceto enquanto estiver vigorando a bandeira roxa estadual na cidade.

No dia 24 de abril, o município revogou a classificação por bandeiras, que vinha sendo adotada praticamente desde o início da pandemia, e adotou novas regras. O município também passou a seguir em seus decretos a classificação de risco estadual, atualizada sempre nas sextas-feiras após as 17h. Pelo menos até a próxima sexta-feira (7), segundo o painel estadual, Nova Friburgo está em bandeira roxa, assim como outros três municípios do estado do Rio.



Fonte: G1