Nova Friburgo, RJ, acaba com bandeiras e rodízio de CNPJ; ‘tem gerado confusão’, diz prefeito | Região Serrana

0
9


A partir da próxima semana, Nova Friburgo, na Região Serrana do Rio, terá novas regras para determinar as restrições em vigor durante a pandemia de Covid-19. O anúncio foi feito pela Prefeitura nesta quinta-feira (22). Com a mudança, não existirão mais as bandeiras que nivelam o funcionamento das atividades na cidade durante o combate ao coronavírus. Também foi anunciado, no mesmo dia, o fim do rodízio de CNPJ no município.

A utilização das bandeiras verde, amarela, laranja, vermelha e roxa para ilustrar o nivelamento na cidade havia sido publicada no Diário Oficial do Município em julho de 2020. A partir de agora, não haverá uma periodicidade para a mudança de regras, que serão modificadas de acordo com a situação da Covid-19 no município. O prefeito não adiantou quais as medidas que estarão no texto do decreto, que deve ser publicado neste fim de semana.

“A gente tem discutido semanalmente com o COE (Comitê Operativo de Emergência em Saúde), e a gente observou que a coloração da bandeira tem gerado uma confusão para as pessoas. Diante desse cenário de insegurança, a gente decidiu acabar com as bandeiras e fazer os decretos nos fundamentando nos dados técnicos. Obedecendo todos os critérios e os apontamentos apresentados pela Vigilância Epidemiológica para, a partir daí, criarmos decretos mais restritivos ou mais flexíveis, dependendo do cenário ” comentou o prefeito, Johnny Maycon.

Também em abril, foi adotado, em Nova Friburgo, o rodízio de CNPJ. Lojas e empresas deveriam funcionar de acordo com o final do número do cadastro: pares em um dia, ímpares no outro. A medida provocou reações de vários setores. A Associação de Supermercados do Estado do Rio anunciou que entraria na justiça contra a medida. Integrantes do setor do vestuário fizeram um ato no centro da cidade após apontarem queda de 80% nas vendas.

O prefeito de Nova Friburgo afirma que a questão técnica continuará sendo prioridade na tomada de decisões, mas que vai levar em conta os pleitos do setor empresarial.

“A gente tem a análise técnica, que tem o maior peso, e a gente analisa o cenário atual do município. A bandeira roxa, anteriormente, não permitia o funcionamento do comércio. Buscamos uma flexibilização que foi a questão do CPNJ, que gerou uma insatisfação da sociedade. Priorizamos a parte técnica, mas temos que olhar para todas as áreas, para economia também”, disse.

Covid-19 em Nova Friburgo

Nova Friburgo soma 15.141casos da Covid-19. Desde o início da pandemia até esta sexta-feira (23), 470 pessoas morreram por causa da doença na cidade.

Este mês de abril tem sido o mais letal da pandemia. Em 23 dias, foram registrados 3.091 casos, com 112 mortes causadas pela Covid-19.

O município vacinou 29.951 pessoas. Na próxima semana, será iniciada a imunização de idosos de 64 e 63 anos no município.



Fonte: G1