Nova Friburgo fica sem transporte público após paralisação por atraso no pagamento do 13º salário | Região Serrana

0
23


Os funcionários da empresa de transporte público de Nova Friburgo, na Região Serrana do Rio, paralisaram as atividades nesta segunda-feira (21).

Eles reivindicam o pagamento do 13° salário que deveria ter sido pago na última sexta-feira (18).

Segundo o representante dos funcionários, o motorista Henrique Vargas, a empresa não pagou a 1ª parcela do 13° salário, em novembro, e ficou acordado que no dia 18 seria feito o depósito.

Ainda de acordo com Henrique, quando foi às 14h da sexta-feira (18), a Faol emitiu uma nota dizendo que o dinheiro não seria depositado.

“Não se trata de uma greve e sim uma paralisação, o motivo da paralisação é o não pagamento do 13° o salário em dia”, disse Henrique Vargas.

“Então, essa decisão partiu dos trabalhadores. Foi aí quando nós fomos acionados para fazer parte, porque somos representantes do trabalhador e, com certeza, já não poderia deixar de jeito nenhum a categoria”, disse o presidente do sindicato dos rodoviários de Nova Friburgo, Ivanir Honorato.

Em nota a Faol disse, que foi alertado que poderia haver um colapso no transporte público da cidade, por conta da pandemia, além da falta do pagamento do subsídio à empresa, por parte da prefeitura.

A Prefeitura de Nova Friburgo afirmou, em nota, que se necessário irá aplicar todos os meios legais para fazer valer os direitos dos usuários.

“A Prefeitura de Nova Friburgo vem a público lamentar que a Faol tenha deixado de honrar seus compromissos legais e realizar o pagamento do 13º salário de seus colaboradores, que, por esta razão, iniciaram hoje (21) uma paralisação. O Município de Nova Friburgo está atento ao fato e está ainda à disposição da Faol e do Sindicato dos Trabalhadores que representa a categoria a fim de alcançar uma solução rápida para o impasse gerado e assim reestabelecer a prestação de serviços públicos do transporte coletivo por ônibus urbano, que é essencial e indispensável para usuários e todos os segmentos da sociedade. O Município de Nova Friburgo informa ainda que, se necessário, utilizará de todos os meios legais para fazer valer e respeitar os direitos dos usuários na continuidade e adequação dos serviços de transporte coletivo na cidade”.



Fonte: G1