Noivos se casam e transmitem cerimônia pelas redes sociais durante pandemia

0
38



Cerimônia foi realizada no último sábado (9) na localidade conhecida como Chácara das Rosas, em Petrópolis na Região Serrana do Rio. Noivos se casaram com a presença dos pais e irmão da noiva. Casal se casou em casa e transmitiu cerimônia por meio de uma live para os amigos
Arquivo pessoal
A pandemia da Covid-19, adiou os sonhos de muitos casais que aguardavam ansiosamente pelo momento de entrar na igreja, trocar alianças, transformar duas histórias em uma e celebrar a felicidade na presença de seus amigos e familiares.
Em meio ao isolamento social, um casal de Petrópolis, na Região Serrana do Rio, decidiu levar o sonho adiante de uma forma um pouco diferente.
A farmacêutica Caroline Accon e o personal trainer Natan Weber celebraram o casamento em casa, ao lado apenas dos pais e irmão gêmeo da noiva e transmitiram a cerimônia pela internet para os amigos.
A cerimônia foi realizada no último sábado (9), na localidade conhecida como Chácara das Rosas.
Os amigos não puderam estar presentes mas enviaram flores e cartazes para o casal. Um mural com fotos foi montado para representar os amigos e familiares.
Mural de fotos representou os amigos durante cerimônia do casal em Petrópolis
Arquivo pessoal
O que de início poderia ser assustador, por fugir do planejado, acabou se tornando um momento emocionante.
“A gente tinha planejado o nosso casamento para o dia 9 de maio em um salão de festas. Quando começou a pandemia, percebemos que não teria como fazer. Reorganizamos com todos os fornecedores, mas na época o cartório ainda estava funcionando e não autorizou alterar as datas. Cerca de 10 dias antes, fomos informados de que não seria possível adiar, pois tudo já estava encaminhado a nível de documentação. Foi aí, que decidimos fazer em casa”, conta a farmacêutica.
Em uma semana, a família teve de dar conta do vestido, doces, bolo e decoração.
Amigos do casal enviaram presentes para celebrar o momento de união
Arquivo pessoal
O casal brinca que, depois disso, os pais de Caroline, Mara e Paulo Roberto, e o irmão da noiva, Frederico, se tornaram especialistas em casamentos.
“Foi um dia recheado de surpresas. Tivemos de casar com máscaras, respeitando o protocolo de isolamento, com as devidas distâncias, mas foi emocionante. Meu irmão entrou com o casamento numa live, vários amigos nossos acompanharam online, tivemos uma surpresa dos nossos padrinhos por vídeo. Fez a gente perceber o quanto somos amados, mesmo sem poder estar com todo mundo”, disse a noiva.
Noivos se casaram em casa e transmitiram cerimônia para convidados pela internet por conta da pandemia
Arquivo pessoal
Familiares descrevem a experiência de participar da celebração
Aos 86 anos, Cecília Accon, avô de Caroline, assistiu a cerimônia de casa por chamada de vídeo. Ao G1, ela revelou que essa foi uma experiência única de grande emoção.
“Em plena pandemia, pude participar mandando vídeo com palavras do meu coração para os noivos. Assistir à cerimônia me trouxe toda a emoção, como se eu estivesse junto deles. Como essa tecnologia ajudou nesse momento especial”, explicou.
Após organizar toda a decoração da cerimônia, família brinca que se tornou especialista em casamentos
Arquivo pessoal
Os pais contaram sobre o desafio que foi realizar uma cerimônia deste tipo, num período em que o isolamento é uma das principais normas para combater a Covid-19.
“Analisando tudo que temos em casa e minha esposa que adora decoração, fomos criando um layout e adaptando as peças. A estrutura de uma tenda de praia serviu para montar o gazebo onde ficaram a juíza e os noivos. Móveis, peças decorativas e objetos, também serviram para montar. E de certa forma, também tivemos nossa família presente: o aparador onde os noivos assinaram o livro foi feito pelo avô, a toalha feita pela avó e os pratos com pinturas da outra avó, ou seja, de alguma maneira estavam ali presentes”, disse o pai da noiva, Paulo Roberto Accon Soares.
“Como não podíamos sair de casa e nem receber convidados, fomos fazendo tudo a distância, mas sempre com a participação dos nossos amigos e familiares. Os padrinhos gravaram vídeos e uma amiga nossa cantora gravou da Alemanha a música que a noiva iria entrar. Fui fotógrafo, DJ, cameraman e até pajem entrando com as alianças, já que as crianças não puderam vir”, brinca o irmão da noiva, Frederico.
Veja outras notícias da região no G1 Região Serrana.
* Estagiário sob a supervisão de Rodrigo Marinho
Initial plugin text


Fonte: G1