Mercado Solidário ajuda famílias a ter ceia natalina em Petrópolis, RJ; ‘ia ser coisa mínima, agora vai ser maravilhoso’, diz beneficiada | Região Serrana

0
21


Mais de uma tonelada de alimentos e produtos de higiene pessoal e limpeza, além de aves, panetones e hortifrúti, formaram, neste sábado (19), o Mercado Solidário. Trinta famílias carentes de Petrópolis, na Região Serrana do Rio, foram beneficiadas com a ação, promovida por uma igreja evangélica da cidade.

Na primeira edição do projeto, que foi inspirado na ação de uma outra igreja do Sul do país, a intenção era beneficiar 10 famílias, mas ao final, o triplo de famílias foi ajudado. “A gente decidiu reproduzir essa ação na cidade de Petrópolis e o nosso intuito é proporcionar uma compra de Natal de forma digna pras famílias”, comentou Filipe Molina, pastor e um dos organizadores da ação.

Famílias selecionadas em projeto solidário puderam escolher os itens que vão compor a ceia de Natal — Foto: Lucas Machado/Inter TV

O mercadinho fictício foi montado na sede da igreja, que fica numa servidão, na Rua Teresa, e foi organizado para parecer o espaço de um supermercado, com prateleiras e até caixa.

Acompanhados de um voluntário do projeto e de uma calculadora, os beneficiados, que tinham um crédito fictício de R$ 180, puderam escolher o que quisessem para compor a cesta de fim de ano, desde itens básicos como arroz, feijão, à outros produtos que não fazem parte das cestas básicas tradicionais. “A cesta básica entrega pra família aquilo que ela precisa. Já o mercado solidário, proporciona uma experiência pra que ela tenha aquilo que ela quer”, disse Filipe.

Para evitar aglomeração, projeto Mercado Solidário, em Petrópolis, RJ, atendeu as 30 famílias com horários agendados — Foto: Lucas Machado/Inter TV

As compras foram agendadas, para que não houvesse aglomeração e só uma família por vez entrou no espaço. Na porta do “mercadinho”, tinha até aferição de temperatura.

As famílias foram cadastradas antes da ação, e a escolha dos beneficiados foi baseada na localidade onde vivem, quantidade de filhos e renda.

Cristina Paulino é moradora do bairro Duarte da Silveira, em Petrópolis, RJ, e foi uma das beneficiadas do Mercado Solidário — Foto: Lucas Machado/Inter TV

Cristina Paulino é moradora do bairro Duarte da Silveira e foi uma das beneficiadas. Ela vive com dois filhos e duas netas na cidade serrana e, há quatro meses, o único emprego é como diarista às quartas-feiras. Só ela e um dos filhos trabalham para sustentar a família toda. “Eu tava preocupada em como ia comprar as coisas pra fazer no Natal, mas graças a Deus me ligaram. Meu Natal ia ser coisa pouca, coisa mínima, agora, vai ser maravilhoso”, disse.



Fonte: G1