Mais de 590 pessoas em dez cidades da Região Serrana estão fora de casa por causa chuva | Região Serrana

0
19


Cerca de 593 pessoas em dez cidades da Região Serrana do Rio estão fora de casa por causa da chuva dos últimos dias.

O levantamento foi feito pelo g1. Do total, 430 pessoas estão desalojadas e 163 desabrigadas.

De acordo com a secretaria, em Cordeiro, no bairro Lavrinhas, parte da ponte que divide o bairro desabou. — Foto: Divulgação: Comunicação Social secretário de estado de Infraestrutura e Obras.

O secretário de estado de Infraestrutura e Obras, Max Lemos, realizou, nesta quinta-feira (13), uma visita técnica nos municípios de Trajano de Moraes, Cordeiro, Macuco e Cachoeiras de Macacu.

Em Trajano de Moraes, foi realizada uma vistoria dos prejuízos causados pelas chuvas. No segundo distrito de Visconde de Imbé o temporal provocou queda de barreiras, fechamento de estradas e danos a residências.

Segundo o secretário, 50 casas serão construídas no município de Trajano de Moraes.

Em Trajano de Moraes foi realizada uma vistoria dos prejuízos causados pelas chuvas — Foto: Divulgação: Comunicação Social secretário de estado de Infraestrutura e Obras.

“Além de ampliar o fornecimento desses equipamentos já a partir da próxima semana, estamos desenvolvendo projetos para obras de pavimentação, construção de 50 casas populares e contenção de encostas na cidade,” disse o secretário de estado de Infraestrutura e Obras, Max Lemos.

De acordo com a secretaria, em Cordeiro, no bairro Lavrinhas, parte da ponte que divide o bairro desabou. Uma encosta caiu na rua do Campo do Cordeiro e residências estão em risco na região.

Ainda de acordo com a secretaria, em Cachoeiras de Macacu serão construídas 200 residências pelo Programa Casa da Gente.

Veja lista das cidades afetadas

  • Petrópolis – 233 desalojados
  • Carmo – 113 desalojados e dois desabrigados
  • Cachoeiras de Macacu – 12 desalojados e 42 desabrigados
  • Cantagalo – 52 desalojados e 21 desabrigados
  • Trajano de Moraes – 44 desabrigados
  • São Sebastião do Alto – 34 desabrigados
  • Cordeiro – 19 desalojados e três desabrigados
  • Teresópolis – dez desabrigados
  • Macuco – sete desabrigados
  • Sumidouro – um desalojado



Fonte: G1