Fotógrafo amador usa vela e vidro para criar lente e registrar eclipse solar em Nova Friburgo, no RJ | Região Serrana

0
44


O fotógrafo amador Jalmirez Silva de Nova Friburgo, na Região Serrana do Rio, foi um dos moradores do Sudeste do estado que conseguiu não só conferir como também registrar o eclipse solar que aconteceu nesta segunda-feira (14) e pode ser visto em diversos países.

Como é preciso ter um filtro especial acoplado à câmera para observar o sol, Jalmirez precisou ser criativo para conseguir fotografar o fenômeno. Ele usou vidro e vela e criou uma lente.

Fotógrafo amador usa vela e vidro para criar lente e registrar eclipse solar em Nova Friburgo, no RJ — Foto: Luciana Thomaz/Inter TV

“Ninguém fotografa o sol de frente sem uma máscara de proteção. Então, eu improviso uma com vela e vidro. Vai com o vidro por cima da chama da vela e vai baixando, quando encontra com o topo da chama, o que que acontece? A vela consegue escurecer o vidro todinho, faz ele ficar preto”, diz Jalmirez explicando a técnica artesanal.

O registro aconteceu às 14h30 desta segunda-feira (14), no bairro Cascatinha.

Jalmirez Silva conseguiu registrar o fenômeno por volta das 14h30 desta segunda-feira (14) do bairro Cascatinha. — Foto: Luciana Thomaz/Inter TV

A Lua passou entre o Sol e a Terra, jogando sua sombra sobre o Hemisfério Sul. Eclipse começou às 11h33 (horário de Brasília). O céu escureceu completamente por em torno de dois minutos nesta segunda-feira (14), no sul do Chile e na Argentina. A noite começou a cair por volta das 13h.

No Brasil, só foi possível visualizar o fenômeno de maneira parcial. No Rio Grande do Sul, cerca de 60% do disco do Sol esteve encoberto pela Lua. No Paraná, aproximadamente 50% e em São Paulo e Rio de Janeiro, em torno dos 40%.



Fonte: G1