Estradas no Brejal, em Petrópolis, RJ, são recuperadas após lamaçal impedir o escoamento da produção agrícola | Região Serrana

0
75


A secretaria de Obras de Petrópolis, na Região Serrana do Rio, fez a recuperação em um trecho da estrada dos Caboclos e do Rio Bonito, no Brejal, distrito da Posse. As intervenções aconteceram nesta quarta (2) e quinta-feira (3), após produtores rurais reclamarem das condições das estradas da região, que impedem o escoamento da produção.

Na terça-feira (1º) , alguns produtores agrícolas do Brejal não conseguiram descer com a mercadoria para a Ceasa do Rio e perderam diversas caixas de legumes por causa do lamaçal que impedia a passagem.

Lamaçal em estradas do Brejal, em Petrópolis, RJ, impediu o escoamento da produção agrícola da região — Foto: Flávio Gonçalves

Na estrada dos Caboclos, pelo menos seis produtores que tinham que levar mercadorias para a Central de Abastecimento na noite da última terça (1º), não conseguiram sair com os alimentos.

Já na estrada do Rio Bonito, um dos produtores chegou a perder pelo menos 40 caixas de chuchu, com cerca de 20 kg cada, devido às más condições da via. Com o lamaçal, a carroceria que carregava os produtos tombou na estrada e 800kg de chuchu foram parar na lama.

Más condições de estrada em Petrópolis, RJ, fez carroceria tombar e parte da produção cair na lama — Foto: Reprodução

De acordo com a Prefeitura, apenas na estrada dos Caboclos, a recuperação realizada por equipes da secretaria de Obras foi num trecho de 200 metros.

Ainda segundo o município, já foi estabelecida em reunião no fim de maio, a recuperação de quase 12 km de estradas vicinais na região, entre elas a estrada do Rio Bonito, Xingu e Taquaril. As intervenções devem acontecer em parceria entre o Departamento de Estradas de Rodagem (DER) e Prefeitura de Petrópolis.

Intervenções em estradas do Brejal foram realizadas por equipes da secretaria de Obras de Petrópolis, no RJ — Foto: Flávio Gonçalves

Segundo a Prefeitura, no entanto, a previsão para a realização das obras depende da estabilidade do tempo para que o cronograma seja seguido.



Fonte: G1