‘Desafios do Prefeito’: votação no G1 aponta Emprego como prioridade para Petrópolis

0
256

Emprego, combate à corrupção e saúde foram as escolhas dos leitores do G1 em votação, entre 15 opções, sobre quais devem ser as prioridades do próximo prefeito de Petrópolis, na Região Serrana do Rio de Janeiro.

A votação foi realizada de 14 a 30 de outubro, Nesta terça-feira (03/11), o G1 e o Bom Dia Rio mostram a segunda reportagem da série “Desafios do Prefeito”. A cada dia, de segunda a sexta-feira (até 13 de novembro), 1 das 10 cidades mais populosas do estado do Rio de Janeiro será tema de reportagem.

No Bom Dia Rio, repórteres entrarão ao vivo de cada município para falar sobre os três principais desafios dos prefeitos, como está a situação no local e possíveis alternativas.

No G1, os candidatos revelam suas propostas para o tema mais votado, em vídeos de 30 segundos.

No caso de Petrópolis, a 9ª cidade mais populosa – segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) – e a segunda da série de reportagens, o tema foi Emprego.

AS PROPOSTAS DE CADA CANDIDATO

  • Alexandre Gurgel (Cidadania)

Petrópolis: Alexandre Gurgel (Cidadania) faz propostas para a geração de empregos

Petrópolis: Alexandre Gurgel (Cidadania) faz propostas para a geração de empregos

“Emprego é um problema muito sério em Petrópolis, e nós vamos resolver isso criando um novo ambiente de negócios, para ampliar os investimentos que estão na cidade e atrair novas empresas com incentivos, capacitação da mão de obra, crédito e microcrédito. Nós temos que ser uma prefeitura moderna, que olha pros seus segmentos: pra indústria, pro turismo, pra tecnologia, pra agricultura, pra moda, pra todas as potencialidades.”

Petrópolis: Bernardo Rossi (PL) faz propostas para a geração de empregos

Petrópolis: Bernardo Rossi (PL) faz propostas para a geração de empregos

“Nós vamos fortalecer o ambiente para o empreendedor gerar emprego e renda em Petrópolis. Fortalecer ainda mais a nossa lei de inovação, a lei de desburocratização e a lei que acelera os novos empreendimentos na construção civil. Nós vamos consolidar o turismo na nossa cidade, consolidar o polo tecnológico e o distrito industrial da Posse. Com isso, nós vamos aproveitar a mão de obra petropolitana e, com muita disposição para trabalhar, nós vamos fazer valer o projeto pós-pandemia para gerar emprego em Petrópolis.”

  • Coronel Vieira Neto (PRTB)

Petrópolis: Coronel Vieira (PRTB) faz propostas para a geração de empregos

Petrópolis: Coronel Vieira (PRTB) faz propostas para a geração de empregos

“Bom dia pessoa, Coronel Vieira Neto falando. É uma mentira dizer que a prefeitura gera empregos. A prefeitura não gera empregos, somente para os comissionados do partido. A nossa proposta para a geração de emprego é facilitar o ambiente empresarial criando regras claras e precisas. Alvarás em 24 horas e, sobretudo, que o empresário não seja atrapalhado no seu dia a dia com regras impossíveis de serem cumpridas. Certo, pessoa? Pode confiar.”

  • Eduardo Silverio (Podemos)

Petrópolis: Eduardo Silverio (Podemos) faz propostas para a geração de empregos

Petrópolis: Eduardo Silverio (Podemos) faz propostas para a geração de empregos

“Falar de emprego é falar de desenvolvermos nossa capacitação em tecnologia. Hoje, este é o caminho e para atingirmos esta situação temos que investir e muito em infraestrutura para podermos receber aqueles investidores e empreendedores que queiram realmente desenvolver emprego e renda em nosso município. Estaremos o tempo inteiro lutando por isso.”

Petrópolis: Jamil Sabrá Neto (PSC) faz propostas para a geração de empregos

Petrópolis: Jamil Sabrá Neto (PSC) faz propostas para a geração de empregos

“Eu morei 11 anos fora de Petrópolis a trabalho. Nós temos que investir nos eixos econômicos já existentes na nossa cidade. A indústria cervejeira e das microcervejarias artesanais; a agricultura, comprar do produtor local; trazer o Serratec para perto, para que a gente traga mais indústria da área de tecnologia do Quitandinha; o distrito industrial da Posse tem que ser realizado para gerar emprego para moradores dos dois distritos. Com isso, o comércio e serviço da nossa cidade vão funcionar.”

Petrópolis: Marcos Novaes (PDT) faz propostas para a geração de empregos

Petrópolis: Marcos Novaes (PDT) faz propostas para a geração de empregos

“Eu vou diminuir as secretarias para apenas 12. Vamos ter mais recursos e agilidade para apoiar quem gera emprego e renda. Vou investir em infra-estrutura, comprar aplicativos no polo de tecnologia, lançar o fundo de desenvolvimento de Petrópolis e a Câmara do Emprego, com trabalho e estágio para os nossos jovens. O Centro de Convenções e Empresas do Rio, o Distrito Industrial da Posse, a Policlínica de Itaipava e novas conexões como cultura e turismo vão incrementar o comércio e turismo por toda cidade.”

  • Professora Livia Miranda (PCdoB)

Petrópolis: Professora Livia Miranda (PCdoB) faz propostas para a geração de empregos

Petrópolis: Professora Livia Miranda (PCdoB) faz propostas para a geração de empregos

“Nos últimos anos, a cidade de Petrópolis enfrentou um cenário caótico de falta de oportunidade para a juventude no que tange ao primeiro emprego, assim como o fechamento de postos de trabalho. No nosso programa, apresentamos propostas para a geração de emprego através da reorganização das cadeias produtivas, assim como a concessão de crédito e microcrédito para os pequenos e microempresários, e também a implantação do programa Emprego na Comunidade.”

  • Professor Leandro Azevedo (PSD)

Petrópolis: Leandro Azevedo (PSD) faz propostas para a geração de empregos

Petrópolis: Leandro Azevedo (PSD) faz propostas para a geração de empregos

“Sobre emprego e renda, a nossa cidade tem que potencializar o que já tem de bom. Sistematizar e organizar o turismo na nossa cidade. Vender enquanto cidade segura e clima agradável. Segundo: potencializar o polo tecnológico que tem o potencial de crescimento e geração de emprego e renda atraindo novas empresas. Terceiro: agricultura precisa ser sistematizada no nosso município com ciência e tecnologia. E quarto: com incentivos fiscais, atrair novas empresas e gerar emprego e renda para Petrópolis.”

Professor Zé Luiz (PSOL)

Petrópolis: Professor Zé Luiz (PSOL) faz propostas para a geração de empregos

Petrópolis: Professor Zé Luiz (PSOL) faz propostas para a geração de empregos

“Para a geração de trabalho e renda na cidade, nós pensamos em três ações estruturantes. Primeiro: desburocratização para a abertura de empresas. Segundo: incentivos fiscais — diminuir a cobrança de impostos. E terceiro: uma agência de microcrédito para quem quiser abrir um pequeno negócio e para aquelas empresas já estabelecidas na região. É dessa forma que a gente pensa em apoiar o desenvolvimento aqui de Petrópolis.”

Petrópolis: Ramon Mello (Avante) faz propostas para a geração de empregos

Petrópolis: Ramon Mello (Avante) faz propostas para a geração de empregos

“Primeira questão é desburocratizar a máquina da prefeitura, informatizando todo o sistema, inclusive de fazenda. Segunda questão é a gente regulamentar a lei da liberdade econômica já aprovada no congresso nacional e sancionada pelo presidente da República. Terceiro, nós vamos criar linhas de crédito, praqueles autônomos, o microempreendedor que quer começar a investir no seu negócio. Vamos dar infra-estrutura ao Distrito Industrial da Posse e vamos fomentar a indústria da tecnologia no meu governo.”

Petrópolis: Rubens Bomtempo (PSB) faz propostas para a geração de empregos

Petrópolis: Rubens Bomtempo (PSB) faz propostas para a geração de empregos

“Vou criar um crédito popular, que é um crédito para os pequenos empresários dos bairros, para os vendedores autônomos, aqueles que vivem na informalidade, entre R$ 500 e até R$ 5 mil. Um empréstimo de 24 parcelas para serem pagas sem nenhum tipo de juros e sem burocracia. E aquele que tiver pagando em dia, a última parcela é por conta da prefeitura. É assim que vai fazer que a economia de Petrópolis volte novamente a crescer. É dessa forma que a gente vai combater o desemprego na nossa cidade.”

Dois candidatos não enviaram vídeos.

Elias Montes (PSL) agradeceu o convite, mas disse ter compromissos “previamente assumidos com importantes lideranças” que o impediram de participar.

Matheus Quintal (Republicanos) não enviou o vídeo até o prazo determinado.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui