Defesa Civil interdita mais de 20 imóveis afetados pela chuva em Trajano de Moraes, no RJ | Região Serrana

0
9


A Defesa Civil de Trajano de Moraes, na Região Serrana do Rio, interditou mais de 20 casas que tiveram as estruturas afetadas pela chuva intensa que atingiu a cidade, principalmente a região de Visconde de Imbé, nos últimos dias.

O órgão ainda contabiliza o balanço realizado em parceria com a Secretaria Municipal de Assistência Social. Alguns dos problemas identificados, segundo a Defesa Civil, foram rachaduras ou infiltrações nos imóveis e construções em pontos considerados de áreas de risco.

O prefeito Rodrigo Viana voltou ao Morro do Pinheiro na manhã da segunda-feira (10), em um dos locais mais afetados para verificar a situação. Ele esteve acompanhado do engenheiro civil, Aleir Muniz, do secretário municipal de Obras e Serviços Públicos, Batista Nogueira e do secretário municipal de Estradas e Rodagem, Daniel Fagundes.

“Graças a Deus o incidente não deixou feridos, mas causou a interdição de casas. Visconde de Imbé foi o distrito com maior quantidade de chuva acumulada, ou seja, choveu 120 milímetros em 24 horas. Também foram encontrados foram vistoriados imóveis em Barra dos Passos e Tapera – área do 4º distrito”, disse o prefeito.

Casas afetadas pela chuva em Trajano de Moraes são interditadas — Foto: Divulgação/Prefeitura

No local, foi possível identificar material solto que desceu das encostas por conta da erosão, movimentação na pavimentação, abertura de buracos, crateras e risco de deslizamento de terra, podendo comprometer algumas residências.

Também foi identificado durante a vistoria, deslizamento de material nas encostas na RJ-174, entupimento de bueiros, abertura de buracos na pavimentação asfáltica, entre outros.

O prefeito disse que o trabalho vai continuar até que todos sejam assistidos e permaneçam em locais seguros. As equipes da prefeitura permanecem de plantão garantindo todo o atendimento e acolhimento.

Defesa Civil faz vistoria na área mais afetada pela chuva em Trajano de Moraes — Foto: Divulgação/Prefeitura



Fonte: G1