Defesa Civil de Petrópolis, RJ, elabora mini guia virtual para enfrentamento a incêndios florestais | Região Serrana

0
13


Todos os anos, no inverno, várias comunidades e o meio ambiente ficam vulneráveis com o aumento dos incêndios florestais em Petrópolis, na Região Serrana do Rio. Foi pensando na prevenção que a secretaria municipal de Defesa Civil e Ações Voluntárias elaborou um mini guia virtual de informação e enfrentamento aos incêndios em vegetação para o ano de 2021.

No guia são apresentadas instruções e medidas de enfrentamento no caso de queimadas, para que civis possam colaborar para prevenir e evitar incêndios florestais. O documento será disponibilizado em breve no site oficial da prefeitura, segundo o secretário da Defesa Civil, Gil Kempers, que reforçou a importância da ação dos cidadãos no combate as queimadas.

“Grande parte dos incêndios florestais são causados por ação humana, seja por balões, queimada de lixo e limpeza de terreno, e que poderiam ser evitados, protegendo e preservando o meio ambiente. É responsabilidade de todos nós mitigar e prevenir incêndios desta natureza”, afirma o secretário.

O órgão também é responsável por um monitoramento que tem sido feito diariamente em todas as regiões de Petrópolis, e leva em consideração as condições de clima, chuva e umidade relativa do ar.

Desde semana passada, os distritos da Posse e Pedro do Rio estavam na bandeira vermelha, com o risco muito alto de incêndios em vegetação. Nesta quarta-feira (14), os distritos de Itaipava e Cascatinha foram colocados na mesma classificação, o que mostra a gravidade da situação em toda a cidade.

Quatro dos cinco distritos de Petrópolis, RJ, estão no indicador mais alto de risco para queimadas. — Foto: Divulgação/Defesa Civil de Petrópolis

A Defesa Civil disse que vai atuar em parceria com o Corpo de Bombeiros e orientou a população para que não coloque fogo em lixo, não solte balões e não jogue guimbas de cigarro acesas na vegetação. Provocar queimadas e soltar balões são crimes ambientais, sujeitos a multas e prisão.

No ano passado, um homem foi preso depois de colocar fogo em um carro para dar o “golpe do seguro” e causou um incêndio que devastou 673 hectares da Reserva Biológica de Araras, em Petrópolis, o equivalente a 673 campos de futebol.

A reserva tem uma rica biodiversidade. Em abril do ano passado, uma onça-parda foi filmada pela primeira vez na Rebio de Araras.

Outro incêndio, também no ano passado, atingiu uma área do Parque Nacional da Serra dos Orgãos (Parnaso). O fogo, que começou em uma trilha próxima da entrada do parque, chegou a consumir uma área equivalente a mais de 500 campos de futebol.

Segundo o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), o parque abriga mais de 2.800 espécies de plantas catalogadas pela ciência, 462 espécies de aves, 105 de mamíferos, 103 de anfíbios e 83 de répteis, incluindo 130 animais ameaçados de extinção e muitas espécies endêmicas (que só ocorrem neste local).

Denúncias podem ser feitas para o 199, da Defesa Civil; o 193, dos Bombeiros e para os telefones 0800 253 1177 (custo de ligação local) e (21) 2253-1177, do Linha Verde, programa do Disque Denúncia RJ.



Fonte: G1