Confira a entrevista com Jamil Sabrá Neto, candidato à Prefeitura de Petrópolis pelo PSC | Região Serrana

0
13


No dia 15 de novembro 240.152 eleitores de Petrópolis, na Região Serrana, vão às urnas escolher quem vai ser o prefeito e os vereadores da cidade a partir de 1º de janeiro de 2021. E para ajudar o eleitor a definir o seu voto, o G1 convidou os 13 candidatos a participar de uma entrevista com cinco perguntas sobre temas que influenciam a vida da população.

Os candidatos que enviaram as respostas após o prazo não tiveram os seus conteúdos publicados. Respostas que ultrapassaram o limite de caractere, previamente informado, também foram cortadas para garantir o mesmo espaço de resposta a todos os postulantes.

Jamil Sabrá Neto é o candidato pelo Partido Social Cristão (PSC) à Prefeitura de Petrópolis. Jamil tem 34 anos e é administrador. Ele já foi suplente nos cargos de vereador, em 2016, e deputado federal, em 2018. Esta é a primeira vez que Jamil concorre ao cargo de prefeito.

Confira a entrevista com o candidato:

1. Caso eleito, quais medidas, na prática, o senhor pretende implementar para a população ter acesso a uma saúde pública de qualidade?

O prontuário eletrônico integrado na rede de saúde; uso da telemedicina para tratamento de doenças crônicas; ampliação do número de agentes de saúde e dos postos de saúde da família; mutirão da saúde com entidades privadas para acabar com as filas de exames, utilizando horários ociosos de hospitais e laboratórios privados; convenio com clínicas e consultórios particulares, nos moldes dos seguros privados; fim da politização do Hospital Alcides Carneiro. Zerar o tempo de espera para a realização de consultas, exames e cirurgias e normalizar o fornecimento de medicamentos de uso contínuo.

2. Como o senhor (a) pretende usar novas tecnologias para tornar o atendimento público mais eficiente em alguma (s) área (s)? Explique sobre esse alinhamento do governo com as novas tecnologias.

A administração pública moderna se vale do princípio do papel zero, substituído pelo processamento digital. Será criada a Lei de Processamento Administrativo Municipal padronizando procedimentos com agilidade e transparência na resposta dos requerimentos dos cidadãos e das empresas, buscando a eficácia e eficiência no atendimento. Na saúde, a telemedicina e o prontuário eletrônico são fundamentais na melhoria dos serviços ofertados. Na educação, parcerias com os Centros de Tecnologia, disponibilizando uma educação moderna e preparando os jovens para o novo mercado de trabalho.

3. Infraestrutura da cidade: quais as prioridades e como atendê-las?

A desburocratização dos procedimentos de regularização e legalização de projetos de construções e obras; implementação de sistema processual digital; parcerias com as faculdades de engenharia civil, arquitetura e urbanismo no desenvolvimento urbano sustentável; implantação do saneamento básico nas comunidades; descentralização das atividades que hoje se concentram no Centro histórico, levando desenvolvimento econômico principalmente aos distritos; fiscalização atuante e ordenada são alguns dos procedimentos indispensáveis para o desenvolvimento de nossa cidade.

4. Quais serão as principais ações do governo voltadas para o desenvolvimento da economia local e geração de empregos?

O Distrito Industrial da Posse receberá infraestrutura adequada e incentivos para a atração de novas empresas, expandindo a área incentivada na direção da BR 040. Ampliação da Lei, de sua autoria, que obriga o consumo de orgânicos na merenda escolar, fomentando a atividade econômica dos produtores locais. O Horto Mercado receberá um anexo exclusivo para a venda de produtos do agronegócio. O segmento moda terá um calendário com semana da Moda de Petrópolis e o turismo receberá marketing eficiente. Incentivos aos cursos profissionalizantes Agronegócio e de Tecnologias. Gestão participativa.

5. Cite outras ações, além das citadas anteriormente, ou algum projeto específico que o senhor (a) gostaria de implementar e contar à população sobre?

Petrópolis tem um potencial turístico diversificado, entretanto, o plano diretor de turismo está vencido desde 2019 prejudicando os investimentos junto ao Ministério do Turismo. Criaremos Centros de apoio e informações ao turista com a utilização dos guias turístico. Investir no turismo rural e ecológico, com um calendário permanente de eventos, retomada da Exposição Agropecuária a sua origem do turismo do agronegócio, priorizando os produtores, artistas, artesãos locais. Queremos ainda trazer uma etapa nacional de hipismo clássico com apoio federação Estadual de hipismo. Conto com você.

Vídeos: Funciona Assim – Eleições 2020



Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui