Confira a entrevista com Hugo Moreno, candidato à Prefeitura de Nova Friburgo pelo PSTU | Região Serrana

0
26


No dia 15 de novembro 151.502 eleitores de Nova Friburgo, na Região Serrana do Rio, vão às urnas escolher quem vai ser o prefeito e os vereadores da cidade a partir de 1º de janeiro de 2021. E para ajudar o eleitor a definir o seu voto, o G1 convidou os 16 candidatos a participar de uma entrevista com cinco perguntas sobre temas que influenciam a vida da população.

Os candidatos que enviaram as respostas após o prazo não tiveram os seus conteúdos publicados. Respostas que ultrapassaram o limite de caractere, previamente informado, também foram cortadas para garantir do mesmo espaço de resposta a todos os postulantes.

Hugo Moreno é o candidato pelo Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado (PSTU) à Prefeitura de Nova Friburgo. Ele tem 32 anos, é trabalhador bancário e pós-graduado em história antiga e medieval. Hugo também foi candidato a prefeito em 2016.

Confira a entrevista com o candidato:

1. O transporte público em Nova Friburgo está operando sem o contrato válido de licitação há mais de dois anos e o serviço tem sido alvo de reclamação pelos usuários. Quais serão suas primeiras medidas em relação à situação contratual do transporte visando a melhoria da prestação do serviço?

Municipalização do serviço e criação de empresa pública sob controle popular. É conhecida a péssima qualidade dos ônibus, com deficiências de conservação e insuficiência de linhas em periferias e comunidades. Os usuários aguardam, por vezes, horas a fio nos pontos. As licitações desertas são o indicativo da baixa taxa de retorno para as corporações privadas, vinculadas à lógica de mercado. Friburgo Operária promoverá o Sistema de Mobilidade Urbana inteiramente público e intermodal, solucionando, de vez, as recorrentes queixas de falta de ônibus e preço da passagem. O povo não aguenta mais.

2. Nova Friburgo é uma das cidades com maior número de veículos registrados por habitante no estado. Quais são as suas propostas para melhorar o trânsito no município?

Imediata proibição de estacionamento no Paissandu, única rotatória do mundo em que se admite parada de veículos. Friburgo Operária promoverá o alargamento das calçadas do entorno da praça e o recuo dos semáforos no acesso a Olaria bem como a sincronização dos mesmos, dando fluidez ao tráfego. Instituirá o Sistema de Mobilidade Urbana público e intermodal, com priorização ao transporte de massa, articulado ao plano diretor setorial. O único compromisso da candidatura é com o povo trabalhador e excluído e o respectivo bem estar. Interesse público, sempre, em primeiro lugar.

3. Quais são as suas propostas para reduzir as judicializações na Saúde, melhorar o atendimento de urgência no Hospital Raul Sertã e tornar a Atenção Básica mais eficiente?

Dinheiro Público na Saúde Pública. Friburgo Operária encampará toda a saúde e remodelará a política de compras de medicamentos, de modo que a prefeitura preste, diretamente, todos os serviços e adquira remédios e insumos de laboratórios públicos certificados, inclusive estrangeiros. O SUS é uma conquista dos movimentos populares contra a ditadura militar, no escopo da Reforma Sanitária. Deve ser defendido a todo custo, constituindo-se corolário da democracia. Não há diferença entre vidas de usuários do SUS e beneficiários de planos de saúde. A vida humana não tem preço.

4. Quais serão as principais ações do governo voltadas para o desenvolvimento da economia local e geração de empregos em Nova Friburgo?

Plano de Obras Públicas e articulação do pólo de universidades públicas em torno da Universidade de Nova Friburgo. Em meio à crise social produzida pelo esgotamento do modelo econômico marcado por desindustrialização e precarização, é urgente gerar empregos. É preciso, porém, criar postos de trabalho que importem no aumento dos arrochados salários. A massa salarial friburguense é baixíssima! A agregação de valor humano ao produto do trabalho siginificará aumento da renda média, melhorando a qualidade de vida da classe trabalhadora. O povo não aguenta mais trabalhar tanto e ganhar tão mal.

5. Cite outras ações, além das citadas anteriormente, ou algum projeto específico que o senhor gostaria de implementar e contar à população sobre?

Friburgo Operária governará a cidade a partir das demandas prementes do povo pobre e oprimido das periferias. Ônibus no bairro, saúde no bairro, educação no bairro… Todos os serviços de qualidade entregues, diretamente, pela prefeitura, com o interesse público em primeiro lugar sempre. No governo popular, da autêntica esquerda, os excluídos, mulheres, comunidade LGBT… Enfim, o povo terá vez e voz e decidirá de fato. Os Conselhos Populares definirão os rumos da cidade. Friburgo Operária é a Nova Friburgo de verdade: dos becos e vielas para o centro do poder. Todo poder ao povo trabalhador!

Vídeos: Funciona Assim – Eleições 2020



Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui