Cláudio Castro pede desculpas por festa de aniversário em Itaipava: ‘Amigos acabaram aparecendo’ | Rio de Janeiro

0
22


O governador em exercício do Rio de Janeiro, Cláudio Castro (PSC), divulgou um vídeo se desculpando por ter realizado um evento em Itaipava, Petrópolis, na Região Serrana, no fim de semana.

Como mostrou o RJ1, a festa de aniversario governador, que completou 42 anos, foi marcada por desrespeito às normas sanitárias decretadas por ele mesmo para impedir o avanço da Covid-19.

No vídeo, Castro voltou a dizer que não se tratava de uma festa, mas sim de uma reunião familiar.

“Foi um almoço com os meus familiares, pessoas que já convivem comigo diariamente. Realmente, alguns amigos acabaram aparecendo. E eu queria pedir desculpa, reconhecer o erro e pedir desculpa para toda a população fluminense”, disse o governador.

“A gente tem trabalhado muito duro. Hoje mesmo, foi um dia que eu não parei o dia inteiro. Falei com o ministro da Saúde, com os prefeitos e secretários de Saúde da região Sul Fluminense, falei com o nosso secretário de Saúde. (…) Porque salvar vidas é o nosso grande objetivo. Continuaremos trabalhando dia e noite para abrir leitos e vacinar toda a nossa população”, acrescentou.

Prefeitura de Petrópolis proibiu aglomerações

A celebração de Castro também desrespeitou um decreto da Prefeitura de Petrópolis, que proíbiu aglomerações até o próximo domingo (4).

Cláudio Castro promoveu festa de aniversário em Itaipava

Cláudio Castro promoveu festa de aniversário em Itaipava

Em um dos trechos o documento fala em eventos de caráter social, tais como casamentos, bodas, aniversários, formaturas, coquetéis, confraternizações, inaugurações, lançamentos, cerimônias. “Ficam suspensos qualquer tipo de aglomeração, seja em área pública ou privada”, aponta o decreto.

Na sexta-feira (26), Castro fez um apelo aos fluminenses para que respeitassem as medidas restritivas.

“Não é hora de fazermos festa. Tem muita gente morrendo, muita gente na fila de um hospital. Esse é um feriado pra nós ficarmos em casa”, disse.

Ele também pediu para evitar aglomerações. “Eu queria pedir muito à nossa população que evite aglomeração. Repito e vou repetir quantas vezes precisar: é hora de nós ficarmos reclusos, sim”, emendou.

A informação foi publicada pelo Blog do Ancelmo Gois, do jornal “O Globo”.

A reportagem do RJ1 esteve no local e conversou com uma empregada e com um convidado (veja no vídeo acima). A funcionária disse que o evento “estava muito cheio”.

Convidados sem máscara na porta da casa em Itaipava — Foto: Júnior Alves/TV Globo

Já o amigo afirmou que estava “todo mundo sem máscara”.

Minha mulher falou que ‘tudo’ bêbado, ‘tudo’ sem máscara, bebendo. Tá nem aí”, disse.

A reportagem também registrou pessoas aglomeradas e sem máscara no jardim e na porta da mansão. Na garagem, um carro oficial do governo estava parado. Na cozinha, a comida era preparada ao lado de uma caixa térmica com o nome do governador.

Convidados sem máscara no jardim da casa onde a festa aconteceu — Foto: Júnior Alves/TV Globo

A princípio, a assessoria de imprensa do governo do Rio de Janeiro disse que o governador em exercício almoçou com parte de sua família e a de sua esposa no domingo e negou ter havido aglomeração ou festa com convidados.

Os carros vistos na entrada da casa eram de familiares e da escolta do governador em exercício.



Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui