Carro que transportou Papa João Paulo II em visita ao Rio de Janeiro em 1980 está em exposição em evento em Teresópolis, no RJ | Região Serrana

0
96


O imponente Galaxie Landau, preto luminoso, que transportou o Papa João Paulo II durante uma visita à cidade do Rio de Janeiro, em 1980, está em exposição em um evento de carros antigos em Teresópolis, na Região Serrana do Rio.

Atualmente, o clássico pertence ao antigomobilista Sérgio Castelo Branco, que é administrador de empresas, e levou o veículo para a exposição.

“Eu lembro da visita do Papa, a primeira de um papa no Brasil e, na época, eu nem sonhava em ter um carro desse”, conta o atual dono do veículo.

Sérgio manteve as almofadas, bandeirinha e até o estofado como o da época, além do marco registrado na placa na traseira do carro, de julho de 1980, que eternizou a história: sua Santidade João Paulo II viajou neste carro durante a sua permanência no Rio de Janeiro 1 e 2 de julho de 1980.

Carro que transportou o Papa João Paulo II durante visita ao Rio de Janeiro está em exposição de carros antigos em Teresópolis — Foto: Lucas Machado/g1

Os amantes de carros antigos também terão outras beldades para admirar. Quem não conhece o famoso automóvel sedan Aero Willys, fabricado no Brasil pela Willys Overland entre 1960 e 1971, poderá conhecê-lo no 38º Encontro de Carros Antigos até a próxima segunda-feira (15).

A versão do friburguense Felipe José Pinheiro, mecânico e colecionador – ou antigomobilista – é de 1965, época em que ele tinha 10 anos e nem sonhava em seguir a profissão e o hobbie.

Sedan Aero Willys, fabricado no Brasil pela Willys Overland entre 1960 e 1971 — Foto: Lucas Machado/g1

“A sensação é muito boa. É como voltar no tempo, e você esquece de tudo. Eu gosto de andar com ele, tenho paixão pelo automóvel, e, na época, não imaginava que um dia ia ter um igual”, relatou.

Ao todo, 350 carros antigos, de 1929 ao tradicional Fusquinha, estão sendo expostos no evento, organizado pelo Grupo Amigos do Antigo, de Teresópolis.

A exposição faz um passeio até a década de 1940, quando nasceu um conversível elegante e cheio de detalhes, como o Mercury Eight, do militar da reserva Walter Nicolino Júnior, de estofado avermelhado e lataria robusta.

“Quando esse veio para o Brasil, a Segunda Guerra tinha acabado de começar. Os Estados Unidos ainda não tinham sido atacados pelo Japão. Getúlio Vagas estava no poder. Os automóveis foram muito importantes para a minha geração, porque todo o desenvolvimento do século 20 se deu em torno do automóvel”, disse Walter.

Mercury Eight (carro bege, à direita), do militar da reserva Walter Nicolino Júnior, de estofado avermelhado e lataria robusta. — Foto: Lucas Machado/g1

Considerado pela Federação Brasileira de Veículos Antigos (FBVA) como o evento mais antigo em contínua realização e o maior do Estado do Rio de Janeiro, a 38ª edição do encontro tem inscrições abertas até domingo (14).

“Quando você coleciona um carro, você congela no tempo por um momento, por uma época. Quase todo mundo tem uma boa lembrança relacionada a um automóvel. Pra nós, a paixão é importante. É olhar e fazer uma viagem no tempo”, finalizou Walter Júnior.

Carros antigos em exposição em Teresópolis, no RJ — Foto: Lucas Machado/g1

Retomada das atividades na cidade

Evento é o primeiro de entretenimento em Teresópolis desde o início da pandemia — Foto: Lucas Machado/g1

O evento é pet friendly, portanto, os visitantes podem levar animais de estimação. São 20 metros quadrados de espaço, com praça de alimentação, espaços kids e o famoso ‘mercado das pulgas’, onde são vendidas peças para os antigos.

A expectativa da organização é que até a próxima segunda-feira (15), cerca de 8 mil pessoas passem pelo evento, organizado em Vargem Grande, na Rua Antônio da Silva, nº 300.

O Encontro é gratuito e o primeiro de entretenimento realizado em Teresópolis, desde o início a pandemia. Por decreto, só podem entrar 600 visitantes por vez. Está sendo arrecadado 1 kg de alimento não perecível por pessoa para doação a instituições filantrópicas.

Mais de 20 clubes de colecionadores das regiões Sudeste, Norte e Centro-oeste foram para a cidade para expor as antiguidades. Durante os dias de encontro, também estão sendo promovidos shows de rock e pop rock.

O movimento em Teresópolis para o feriado de Proclamação da República está intenso, e a ocupação em hotéis e pousadas está em 75% até a segunda-feira.

“O movimento é excelente, num feriado que normalmente chove. A cidade tem atraído as famílias e precisamos movimentar Teresópolis. É importante também nos preocuparmos com todos os protocolos da Secretaria de Saúde”, comentou o presidente do Convention Bureau da cidade, Ricardo Rodrigues.



Fonte: G1