Boas práticas em destaque: Bem Me Quer Terê recebe comitiva do Governo do Estado de Alagoas

0
25


Considerado referência no atendimento a crianças e adolescentes em situação de violência sexual, o Programa Bem Me Quer Terê/Secretaria Municipal de Saúde recebeu nesta segunda feira, 02/08, uma comitiva do Governo do Estado de Alagoas. A visita técnica foi feita pela superintendente da Criança e do Adolescente /Secretaria de Prevenção à Violência do Estado de Alagoas, Samylla Gouveia, acompanhada pela supervisora de Enfrentamento à Violência contra Crianças e Adolescentes, Lissa Sarmento Souza, pela secretária executiva Elisa Valcacer e pelo assessor de Comunicação, Victor Brasil.

Em pauta, a apresentação do serviço da Prefeitura de Teresópolis para futura implantação no estado nordestino. O grupo foi recebido pela subsecretária municipal de Atenção à Saúde, Patrícia Aragão, pela coordenadora do Centro Materno Infantil, Adriana Chaves, e pela coordenadora do Bem Me Quer Terê, a assistente social Sandra Erli Azevedo, e equipe.

A comitiva tomou conhecimento do trabalho realizado em Teresópolis por meio da instituição ChildHood Brasil, que em 2017 listou o Bem Me Quer Terê como uma das seis experiências brasileiras consideradas como referência no atendimento integrado a crianças e adolescentes vítimas de violências.

Esta foi a segunda visita técnica em menos de uma semana. Na última quinta-feira, 29/07, o programa recebeu uma comitiva do município de Guapimirim, acompanhada da prefeita Marina Pereira, da juíza Rafaela de Oliveira, da Vara Única da Comarca de Guapimirim, e com a presença da promotora de Justiça Carla Cruz, da Promotoria Criminal de Teresópolis, e de representantes da 110ª Delegacia de Polícia.

“A equipe do programa se sente cada vez mais motivada a desenvolver um trabalho de excelência e que inspire outras iniciativas que garantam a proteção e a promoção dos direitos de nossas crianças e adolescentes”, comentou a coordenadora do programa, Sandra Erli.

O programa ‘Bem Me Quer Terê’ é vinculado ao Centro Materno Infantil e está instalado no prédio anexo do Centro Administrativo Manoel Machado de Freitas (Av. Lúcio Meira, 375/3º piso), na Várzea. Conta com equipe formada por assistente social, psicólogo, médica e enfermeira, que faz o acolhimento de crianças e adolescentes vítimas de violência sexual. Eles são ouvidos em ambiente apropriado, conforme a Lei 13.431/2017, que trata da escuta especializada e do depoimento especial. Quando necessário, os casos são encaminhados à rede de saúde e assistência social para tratamento e acompanhamento. O atendimento acontece de segunda a sexta, das 9h às 17h.

 

 

 

Fotos: Divulgação.



Fonte: Prefeitura de Teresópolis