Termina neste sábado vacinação no Rio para grupos prioritários; postos têm alta procura

0
20


O último dia de vacinação dos grupos prioritários, neste sábado, é de grande procura nos postos de vacinação da cidade do Rio de Janeiro. Com isso alguns locais de imunização registraram longas filas e aglomeração de pessoas, como o Museu da República, no Catete, na Zona Sul. A partir da próxima segunda-feira, dia 31, a Prefeitura do Rio inicia a vacinação da população geral, com divisão por idade, e retoma a de profissionais da educação.

Sob um sol forte neste sábado, muitas pessoas procuraram o posto de vacinação do Museu da República. Como os funcionários não esperavam tal movimento, tentaram em vão organizar a fila do lado de fora. Muitos chegaram a esperar por três horas para conseguir a primeira dose do imunizante. Um deles, o músico João Loroza, filho do também músico e ator Serjão Loroza, estava na fila há duas horas e temia perder um compromisso.

— Cheguei aqui às 11 horas, achei que estaria mais organizado, mas são as próprias pessoas da fila que estão se organizando. Hoje tinha marcado de almoçar com meu pai e já avisei que não vai dar. Espero que a fila ande logo pois tenho um ensaio marcado agora à tarde e não posso perder — disse João.

Portadora de comorbidade, a psicóloga Clara Furtado conseguiu ser vacinada após quase três horas na fila. Apesar da espera, ela preferiu exaltar o trabalho do SUS e deseja que toda população logo esteja imunizada:

— Esperei muito. Podia estar melhor organizado, mas o importante é estar finalmente vacinada. Eu fico muito feliz de ver que a maioria nesta fila aqui hoje é formada por jovens. Significa que toda essa juventude abraçou a ideia de que a vacina é a solução. Eu faço tratamento na rede pública de saúde e foi isso que salvou a minha vida e me deixa muito feliz ver que essa gente acredita no SUS. Espero receber a segunda dose e completar o período de imunização para poder conviver novamente com as pessoas, abraçar, voltar a viver novamente.

O secretário municipal de Saúde do Rio, Daniel Soranz, participou neste sábado da reunião do secretariado municipal e exaltou o fato de o Rio ser uma das primeiras capitais do país a iniciar a vacinação da população em geral. A expectativa da Prefeitura é ter toda população da capital com mais de 18 anos imunizada com a primeira dose em cinco meses.

— Encerramos neste fim de semana a vacinação dos grupos prioritários e iniciamos na próxima segunda a imunização por idade da população em geral. A gente tem a expectativa de vacinar todo mundo acima de 18 anos com a primeira dose até o mês de outubro — afirmou.

Grupos prioritários

Este sábado, dia 29, é o último dia de vacinação contra a Covid-19 para os moradores da cidade do Rio que estão em um dos grupos prioritários. Conforme o calendário, a data é destinada à imunização para quem tem idade entre 24 e 18 anos e pertence a um desses grupos, pessoas com síndrome de Down e doença renal crônica em diálise com 18 anos ou mais e segunda dose.

Os grupos prioritários são:

– algum tipo de comorbidade que conste na lista do Plano Nacional de Imunização (PNI);

– pessoas com deficiência permanente;

– trabalhadores da saúde;

– trabalhadores envolvidos diretamente nas ações de combate à Covid;

– guardas municipais;

– pessoas com 60 anos ou mais.

Com o fim dessa etapa do plano de imunização, a Prefeitura do Rio recomenda que quem faz parte de um desses grupos e perdeu a data, pode buscar por atendimento em um dos postos neste sábado. Caso não seja possível comparecer nessas datas, somente poderão tomar a primeira dose em dias específicos, ainda a serem divulgados pela prefeitura.

A lista completa de locais de vacinação e os horários podem ser consultados em coronavirus.rio/vacina. Parte dos postos, como em clínicas da família, funcionam até as 17h.

A partir de segunda-feira, dia 31, o calendário será dividido apenas por idade — com início para mulheres de 59 anos — e para trabalhadores da rede pública e privada de educação, num calendário paralelo.

Calendário por idade

A partir de segunda-feira, dia 31 de maio, o calendário de vacinação contra a Covid-19 do município do Rio passa a ser dividido por idade. A imunização começará com mulheres de 59 anos. O novo cronograma segue sempre com três dias destinados para cada idade: um para mulheres, um para homens e o último para a repescagem. Com isso, o calendário contemplará, até o fim de junho, pessoas de 51 anos ou mais.

A expectativa da prefeitura é vacinar toda a população do município com 18 anos ou mais até 24 de outubro. Com isso, a cidade não seguirá o calendário unificado criado pelo estado do Rio.

Calendário para profissionais da educação

A Prefeitura do Rio anunciou, nesta sexta-feira, a continuação do calendário de vacinação contra a Covid-19 para os trabalhadores da rede pública e privada de educação na próxima semana. Entre a próxima segunda-feira, dia 31, e a sexta-feira, dia 5, serão vacinados os profissionais de até 43 anos. O cronograma seguirá em paralelo à imunização de pessoas por idade, que começa também na segunda-feira.

Para receber a primeira dose, os trabalhadores precisam apresentar um contracheque, ou declaração das instituições educacionais ou redes de ensino público ou privado da cidade do Rio.





Fonte: G1