São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio, tem policiamento reforçado no ‘feriadão’

0
10


São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio, está tendo um “lockdown” contra o roubo de cargas. A cidade está, desde o início do “feriado sanitário”, com reforço no policiamento em diversos bairros. Além do roubo de cargas, as forças Polícia Militar que ocupam as ruas também estão combatendo o roubo de veículos, que está quase revertendo a tendência de queda alcançada nos últimos meses.

Foi feito bloqueio também no bairro Pita
Foi feito bloqueio também no bairro Pita Foto: Reprodução

De acordo com dados do Instituto de Segurança Pública (ISP), o roubo de carros subiu 23% na comparação com fevereiro de 2020, chegando a 250, ou 46 a mais. Em janeiro, o indicador já tinha ficado maior que no ano anterior: são 277 em 2021 contra 242 em 2020, um aumento de 14%. Ainda assim, os dados estão bem abaixo do registrado em 2018, pior fevereiro desde 2003, quando foram roubados 543 veículos na cidade.

Segurança reforçada na Covanca, no acesso ao bairro Zumbi
Segurança reforçada na Covanca, no acesso ao bairro Zumbi Foto: Reprodução

O roubo de cargas, que vinha apresentando quedas consecutivas desde 2019, com reduções de até 64% em alguns meses na comparação com o anterior, fechou o último fevereiro com 67 registros. Foi apenas um a menos que em fevereiro de 2020, o que acendeu a luz amarela. A operação no município não tem data para acabar e deve durar todo o “feriadão” pelo menos.

A ação na RJ-104 acontece também durante a noite
A ação na RJ-104 acontece também durante a noite Foto: Reprodução

A operação, batizada de “Perímetro Verde”, reúne agentes do Comando de Operações Especiais (COE), Comando de Policiamento Especializado (CPE), Batalhão de Choque, 7° BPM (São Gonçalo) e 12° BPM (Niterói) e estão sob coordenação do 4° Comando de Policiamento de Área (CPA).

Policiais fizeram uma barreira no bairro Pita
Policiais fizeram uma barreira no bairro Pita Foto: Reprodução





Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui