‘Resultado mais rápido na Sapucaí’, brinca Perlingeiro, a voz do carnaval, sobre eleição

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp


RIO — Com a apuração das urnas da eleição presidencial dos Estados Unidos, — que durou quatro dias e indicou na tarde deste sábado a vitória do democrata Joe Biden, segundo projeções de diferentes veículos da imprensa americana—, a internet vem sento tomada por memes sobre a lentidão do processo. Alguns deles chegam a comparar a contagem de votos no país com a votação das escolas de samba do Rio, na Sapucaí, que internautas bem humorados dizem ser mais rápida e eficaz.

Há 30 anos atuando como a voz do carnaval carioca, Jorge Perlingeiro é quem anuncia cada nota dada às escolas de samba, durante a apuração das campeãs. Segundo ele, se a eleição americana fosse na Sapucaí, seria difícil anunciar nota 10 para ela.

— Eu diria algo como: Eleições Americanas, nota 9.2! Porque, com certeza, o resultado seria mais rápido na Sapucaí — brinca Perlingeiro.

Para ele, além da diferença no formato eleitoral entre Brasil e Estados Unidos, outros fatores recentes contribuíram para a lentidão do processo.

— Por causa da pandemia, acredito que essa coisa de votar pelo correio degringolou tudo. Sem falar que esta votação também está sendo super polarizada e muito mais pessoas decidiram ir às urnas.

A polarização citada por Perlingeiro está em memes que mostram torcidas para Biden e Trump, enquanto aguardavam o resultado eleitoral em quadras de diferentes escolas de samba. Outras brincadeiras, apontam que o sistema adotado pelo carnaval carioca também seria mais seguro e eficaz.

— Claro que, na Sapucaí, o sistema é completamente diferente. Temos colegiados que votam e eu anuncio suas notas, o que torna tudo mais fácil e rápido. O sistema deles também é muito diferente das eleições no Brasil, onde usamos urnas eletrônicas. Tanto que já se passaram dias e o resultado ainda não saiu. Seria difícil dar nota 10 assim! — conclui, bem humorado.

Ex-vice-presidente de Barack Obama e um veterano da política de 77 anos, Biden foi eleito o 46º presidente dos Estados Unidos após assegurar sua vantagem no estado da Pensilvânia, somando 273 votos no Colégio Eleitoral, três a mais do que mínimo de 270 necessário para garantir a vitória nacional.

Whatsapp





Fonte: G1