Quadra da Mangueira é interditada pelos Bombeiros por desrespeito às regras durante a pandemia

0
87

Quadra da Mangueira é interditada pelos Bombeiros por desrespeito às regras durante a pandemia de Covid-19O Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro interditou a quadra de ensaios da Estação Primeira de Mangueira nesta sexta-feira (11/12). O espaço, na Rua Visconde de Niterói, estaria “realizando eventos não-autorizados, desrespeitando as regras de ouro de enfrentamento à Covid-19”, segundo nota enviada pela corporação. A fiscalização ainda atestou que o local está em situação irregular junto ao órgão. O comandante-geral do Corpo de Bombeiros e secretário de Defesa Civil, coronel Leandro Monteiro, disse que tal situação pode acarretar em risco para os frequentadores do espaço:

— O local não conta com Certificado de Aprovação (CA). Uma vistoria identificou irregularidades que caracterizam perigo sério e iminente e que impedem a realização de eventos públicos — afirmou.

A agremiação disse ter a documentação em andamento para regularizar a situação. A Mangueira “informa que a documentação para sua legalização já está em andamento, a fim de cumprir todas as exigências necessárias para a segurança de todos os seus frequentadores. O atraso se deu por conta da pandemia do novo coronavírus, o que dificultou as ações por parte da diretoria da agremiação. Importante ressaltar que a instituição preza pela vida e saúde de todos e tem demonstrado isso em suas ações desde o início das restrições por conta da Covid-19”, diz um trecho do comunicado.

FISCALIZAÇÕES CONTRA AGLOMERAÇÃO

Com a liberação da realização de eventos durante a pandemia de Covid-19, os casos de desrespeitos às regras estabelecidas no combate ao vírus tem sido desrespeitadas. Isto levou o Corpo de Bombeiros a criar uma força-tarefa para fiscalizar irregularidades. Desde 25 de novembro, equipes vão até espaços — escolhidos após recebimento de denúncia ou de forma espontânea — para atestar o cumprimento das normas.

As fiscalizações noturnas acontecem de quinta-feira a domingo, das 22h às 5h. Os estabelecimentos que não cumprirem as normas podem ser interditados e ter as licenças cassadas. Até a tarde de sexta-feira, dia 11, a corporação já realizou mais de 340 procedimentos administrativos — entre emissão de notificações, auto de infrações e interdições em todo o Estado. Somente na primeira semana da força-tarefa foram feitas 41 interdições no estado e registradas 90 denúncias.

Todas as nossas reportagens estão em constante atualização. Quem entender (pessoas físicas, jurídicas ou instituições) que tem o direito de resposta acerca de quaisquer de nossas publicações, por ter sido citado ou relacionado a qualquer tema, pode enviar e-mail a qualquer momento para [email protected]

©Plantão dos Lagos
Fonte: Portal G1
Fotos: divulgação