Praticante de Base Jump morre depois de perder o controle com ventania e cair em São Conrado

0
43


Praticante de Base Jump cai em Sao Conrado Foto: Reprodução

Dois atletas se arriscaram na manhã deste sábado ao pularem da Pedra da Gávea de Base Jump e perderam o controle na hora do pouso. Um deles acabou morrendo, mas os Bombeiros não confirmaram sua identidade. O excesso de rajadas de vento na cidade, com registros de rajadas de até 59,8 km/h na estação INMET da Vila miltar, não dava condições do voo para os praticantes. Perto dali, o Clube de Voo Livre de São Conrado estava com a sua rampa de voo,na Pedra Bonita, fechada por conta disso.

O vento arrastou os dois atletas, que não conseguiram pousar como pretendiam. Um deles teve o paraquedas desinflado, bateu em um predio próximo, caiu na pista da autoestrada Lagoa Barra e foi atropelado por um carro. O praticante morreu no local. Segundo o Corpo de Bombeiros, que foi acionado às 12h05, o homem é branco, tem aproximadamente 30 anos e ainda não foi identificado.

— Hoje a rampa de parapente estava fechada por causa do vento. Eles saltaram com uma rajada de vento forte, possivelmente não analisaram as condições. Foram arrastados e tiveram dificuldade de pousar. Um deles conseguiu, o outro foi jogado para trás do prédio e entrou no rotor do vento. O paraquedas desinflou e ele caiu em queda livre. Quando caiu, um carro arrastou o paraquedas dele. Parece que ele era do Rio Grande do Sul e foi a primeira vez que saltou da Pedra da Gávea — explicou o instrutor de voo Carlos Trota.

A modalidade Base Jump é quando o atleta pula de alguma pedra, antena, prédio e depois disso abrem o paraquedas.

Veja abaixo o vídeo do momento da queda.





Fonte: G1