Policiais Militares prendem, ‘Poly’, mulher acusada de integrar ‘bonde’ do tráfico entre o Rio e Macaé

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp



Policiais Militares da Superintendência de Inteligência e Análise (SIA) da Coordenadoria de Polícia Pacificadora (CPP), através de Dados de Inteligência, e informações passadas pelo Disque Denúncia (2253-1177), prenderam na noite desta segunda-feira (17), a acusada foragida da Justiça, Poliana Pereira Leite Ferreira, a Poly, de 30 anos.

Ela estava sendo monitorada pela SIA/CPP, e após receberem a informação de sua localização, os policiais conseguiram localizar e prender a acusada no interior de um Shopping na Zona Norte do Rio.

Ela é acusada de efetuar transporte de drogas do Estado do Rio de Janeiro para Macaé, município do Rio. Ela praticava delivery de drogas interestaduais, crime pelo qual ela já foi presa, em abril de 2019, em Itaperuna, no Noroeste Fluminense, transportando farto material entorpecente.

Solta após Liberdade Provisória, contra ela havia um Mandado de Prisão, expedido 1ª Vara Criminal da Regional Bangu, N° do Mandado: 0117175-12.2020.8.19.0001.01.0002-10, pelo crime de Tráfico de Drogas e Condutas Afins (Art. 33 – Lei 11.343/06) E Associação para a Produção e Tráfico e Condutas Afins (Art. 35 – Lei 11.343/06) C/C Aumento de Pena Por Tráfico Ilícito de Drogas (Art. 40 – Lei 11.343/2006) N/F Concurso Material (Art. 69 – Cp).

A ocorrência foi conduzida a 21ª DP (Bonsucesso), onde foram tomadas todas as medidas cabíveis e cumprido o mandado de prisão.

A ação não resultou em qualquer efeito colateral, não havendo a vitimização de civis inocentes ou agentes do Estado. Com essa prisão a SIA/CPP contabiliza cinco criminosos monitorado no ano de 2022.

Disque Denúncia recebe informações sobre a localização de foragidos da Justiça, nos seguintes canais de atendimento:

Zap do Portal dos Procurados: (21) 98849-6099

(21) 2253 1177 ou 0300-253-1177

APP “Disque Denúncia RJ”

Facebook/(inbox): https://www.facebook.com/procuradosrj/,

https://twitter.com/PProcurados (mensagens).

Site Portal dos Procurados – em Denuncie – (procurados.org.br/contato).

Em todas as plataformas digitais, o Anonimato é Garantido.





Fonte: O São Gonçalo