Polícia Federal e Core ocupam prédio da Caixa no Paraíso, em São Gonçalo

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp
Polícia Federal ocupa o prédio –

Agentes da Polícia Federal estão nesta manhã de sexta-feira (01) realizando diligências na agência da Caixa Econômica Federal, que foi explodida por criminosos, localizada na Rua Comandante Ary Parreiras, no Paraíso, em São Gonçalo.

A polícia segue investigando quem teriam sido os responsáveis pelo crime. Segundo informações, uma quadrilha de cerca de 20 homens veio até a agência na tentativa de explodir o cofre do local. Os caixas eletrônicos da agência não foram atingidos. Alguns homens ficaram do lado de fora da agência realizando uma espécie de contenção para os criminosos.

Vidros foram estilhaçados

Vidros foram estilhaçados |  Foto: Filipe Aguiar

Um motorista de aplicativo foi rendido durante a ação e seu carro foi colocado no meio da rua sendo utilizado como uma espécie de barreira para impedir a aproximação dos policiais. Houve uma troca de tiros entre o grupo dos criminosos e dos policiais do 7º BPM (São Gonçalo). O motorista de aplicativo, que é gonçalense e preferiu não se identificar, foi roubado pelos criminosos que levaram o celular dele é mais R$ 40.

Um motorista de aplicativo foi rendido durante a ação

Um motorista de aplicativo foi rendido durante a ação |  Foto: Filipe Aguiar

De acordo com moradores, os tiros dominaram a madrugada. O crime teria ocorrido por volta das 3h30. Inicialmente, moradores do local contaram que acharam que teria sido um acidente pela rua em questão ser movimentada, mas depois entenderam que se tratava de uma tentativa de assalto.

A situação pegou algumas pessoas desprevenidas. Uma aposentada veio até a agência nesta manhã para resolver um problema e se deparou com a agência depredada por causa do assalto. “Eu vim resolver uma situação da Bolsa Brasil e me deparei com a agência assim, eu nem liguei a TV hoje, então, não sabia o que tinha acontecido. Estou assustada! Aqui na região eu não me lembro de ter ocorrido algo assim”, afirmou ela.

Polícia está cercando a região

Polícia está cercando a região |  Foto: Filipe Aguiar

Uma senhora que trabalha em um salão de beleza que fica acima da agência também se surpreendeu com a situação. “É complicado né, estamos assustados, nunca vimos algo assim. Agora estamos esperando aqui a polícia liberar a gente trabalhar. Não sabemos como vai ser”, afirmou ela que preferiu não se identificar por medo de retaliação.

Agência suspendeu os atendimentos nesta sexta

Agência suspendeu os atendimentos nesta sexta |  Foto: Filipe Aguiar

Além da Polícia Federal, no local também estão presentes policiais militares e representantes da Defesa Civil de São Gonçalo. A Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (CORE) também esteve no local para verificar a presença de artefatos explosivos.

Fonte: O São Gonçalo