Polícia do Rio investiga morte de americano durante voo de wingsuit na Pedra da Gávea

0
17


A 16ª DP (Barra da Tijuca) instaurou um inquérito para apurar a morte de um marroquino naturalizado americano, na tarde de sábado, dia 20, enquanto praticava wingsuit — macacão com asas usado em voos de alta performance por paraquedistas, que são chamados nessa modalidade de “birdmen” ou “homens pássaros”. Salsabil Bennani, de 42 anos, saltou da Pedra da Gávea e caiu num paredão conhecido como “Cabeça do Imperador”.

De acordo com as testemunhas ouvidas na delegacia, o voo em que morreu seria o 22º praticado pelo americano no Rio, onde ele havia chegado há menos de um mês. Um policial civil carioca, que é atleta dessa modalidade e acompanhava Salsabil, contou que ele errou o procedimento de saída, “perdendo muita altura e colidindo com o chão”, não tendo tido tempo sequer de abrir o paraquedas.

Salsabil Bennani praticava wingsuit, macacão com asas usado em voos de alta performance por paraquedistas
Salsabil Bennani praticava wingsuit, macacão com asas usado em voos de alta performance por paraquedistas Foto: Reprodução

Já um canadense, que pratica wingsuit há oito anos e também estava com Salsabil, contou que ele, o americano e o policial saltaram juntos. Ele disse ter olhado para frente “a fim de guiar o próprio voo”, mas quando olhou para baixo viu Salsabil “rodando em várias posições estranhas”, e reparou que seu capacete havia caído. Os dois pousaram na Praia de São Conrado e acionaram o Corpo de Bombeiros.

Uma guarnição da corporação foi até o local de helicóptero e, como o trecho onde ocorreu a queda do atleta era de difícil acesso, dois homens fizeram o resgate descendo da aeronave de rapel. O corpo da vítima foi levado para o 2º Grupamento Marítimo (GMar), na Barra da Tijuca. O consulado americano já foi informado sobre o caso.

Salsabil Bennani era morador da Carolina do Norte, onde estudou Ciências da Computação na Universidade de Charlotte. Ele trabalhava há 22 anos e nove meses no Bank of America, onde atualmente ocupava o cargo de vice-presidente de Segurança da Informação.





Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui