Operação Verão começará neste final de semana com fiscalização em praias e ônibus que acessam a Zona Sul do Rio

0
23


RIO — Por conta dos últimos incidentes que acontecerem na orla do Rio – confusões e vandalismos – a Polícia Militar decidiu antecipar a Operação Verão. A fiscalização, que será feita nas praias e em ônibus que acessam a Zona Sul do Rio, principalmente, começará gradativamente, e já terá início neste fim de semana. O objetivo é evitar que as cenas de quebra-quebra sejam registradas novamente. A antecipação da operação foi informada na manhã desta sexta-feira durante a posse do novo secretário da Polícia Militar, o coronel Luiz Henrique Marinho Pires.

Entrevista exclusiva: novo secretário da PM diz que Rio receberá 30 blindados e promete mais treinamento para policiais

— Iniciamos o planejamento já neste final de semana. Por alguns ajustes, não deverá ser total. Esse é um cenário complexo, não de agora. Temos que ser firmes, mas com educação. Mas isso envolve outros órgãos e vamos buscar esse caminho — destacou Henrique.

O novo secretário da PM destacou que vai pedir ajuda de outros órgãos na tentativa de mitigar os problemas de segurança nas saídas das praias. Nos últimos dias, foram registrados vandalismos em Copacabana durante a volta de banhistas para casa. Dezenas de ônibus foram depredados.

O coronel Luiz Henrique, o governador Cláudio Castro e o ex-secretário da PM, Rogério Figueiredo de Lacerda
O coronel Luiz Henrique, o governador Cláudio Castro e o ex-secretário da PM, Rogério Figueiredo de Lacerda Foto: Fabiano Rocha / Agência O Globo

O planejamento prevê o controle nos terminais de ônibus, com a realização de revistas, e nos corredores urbanos de acesso às praias da Zona Sul carioca. O coronel destacou que a operação pode iniciar em um esquema que ainda não deve ser o ideal, mas que sofrerá ajustes ao longo dos fins de semana.

Veja também: Após caos na volta da praia no último domingo, Prefeitura do Rio decide antecipar início da Operação Verão

— É muita firmeza e um trabalho de comunicação. Mas nos temos que envolver outros atores, e isso será feito (completamente) a partir da semana que vem — destacou.

O planejamento da Operação Verão 2021 prevê o reforço no policiamento de 150 agentes.

Por conta da confusão ocorrida em Copacabana, a Secretaria de Ordem Pública também antecipou a Operação Verão para aumentar o patrulhamento na orla da cidade.

Além do reforço de efetivo para o patrulhamento nas ruas e na areia, a Polícia Militar mobilizará unidades especiais, como Rondas Especiais e Controle de Multidões (Recom), Regimento de Polícia Montada (RPMont) e Grupamento Aeromóvel (GAM).

Investimento em tecnologia e inteligência

Como já havia dito em entrevista ao GLOBO, o novo secretário voltou a prometer investimentos na área de tecnologia e em inteligência e a ordenação da área Corregedoria Interna da PM.

— Muitas ações precisam ser implantadas para que os objetivos sejam alcançados. Cito aqui a restruturação da área de inteligência, investimento na área de tecnologia, busca de mais recursos para investimentos e interlocução com os demais setores da sociedade para parcerias e o fortalecimento e organização da área correcional.

Estavam presentes na posse o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos), o Zero 1, e deputados bolsonaristas participam de posse.

O evento contou também com a presença de outros secretários, inclusive da área de segurança, como o secretário de Polícia Civil, Alan Turnowski, e o secretário de Administração Penitenciária (Seap), Fernando Veloso. O comandante do Corpo de Bombeiros, o coronel Leandro Sampaio Monteiro, também estava presente.

PM fez operação similar em 2015

Em 2015, a PM também monitou ônibus na Operação Verão. Policiais faziam bloqueios no trajeto de algumas linhas que saíam da Zona Norte em dirção à Zona Sul. Pessoas que tentavam entrar no veículo sem pagar eram retiradas e agentes revistavam alguns passageiros.





Fonte: G1