Novo Mercado Municipal de São Francisco de Itabapoana será abastecido com água tratada

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

Águas do Rio preparou a instalação hidráulica para fornecer água dentro dos parâmetros de potabilidade

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 24 de junho de 2022 – 18:22
A Águas do Rio acaba de fazer a instalação hidráulica para abastecer o local com água tratada

A Águas do Rio acaba de fazer a instalação hidráulica para abastecer o local com água tratada –

É da agricultura que vem a principal renda da cidade de São Francisco de Itabapoana, apesar de estar localizada no litoral Norte do Estado do Rio de Janeiro. Para garantir um bom funcionamento do novo Mercado Municipal, que já teve a obra iniciada, a Águas do Rio acaba de fazer a instalação hidráulica para abastecer o local com água tratada, essencial para garantir a higienização da área e assim colaborar com a rotina dos produtores que vão atuar nos boxes com mais qualidade.

“O Mercado Municipal será um centro com grande movimentação de produtos perecíveis e isso demanda um trabalho constante de limpeza. A Águas do Rio cumpre um rigoroso controle de qualidade da água distribuída, que inclui rotina diária com coleta e análise para garantir que o fornecimento esteja dentro dos parâmetros de potabilidade estabelecidos pelo Ministério da Saúde” – avalia o Coordenador Comercial da Águas do Rio, Arthur Aldred.

O projeto do novo Mercado Municipal, que fica próximo ao pórtico do município, contempla boxes para pequenos agricultores e para o setor de pesca, além de espaço para descarga de mercadorias e estacionamento para veículos. A inauguração, segundo a Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento, está prevista para o fim deste ano. “O Mercado Municipal será de grande importância para movimentar a economia, inclusive com a geração de novos postos de trabalho. Os moradores também serão beneficiados com produtos de qualidade e preços mais acessíveis”, destacou a prefeita Francimara Barbosa Lemos.

Fonte: O São Gonçalo