Nova ferramenta para registros de ocorrências entra em fase de testes

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp



Após a realização do treinamento dos guardas municipais para utilização do novo sistema de registros de ocorrências, os profissionais passam a iniciar a fase de testes da nova ferramenta. Desde o início do mês, o aplicativo passou a fazer parte do protocolo de ações dos agentes de segurança pública da cidade de São Gonçalo.

Cerca de 200 guardas já foram capacitados para utilizar a nova ferramenta. O novo sistema irá substituir o Termo de Registro de Ocorrências (TRO), que anteriormente era realizado de forma física. A implementação da nova ferramenta também tem objetivo de aprimorar a forma de registro com atualizações constantes.

Com o novo sistema, os agentes poderão concluir suas atribuições com mais agilidade, além de garantir mais eficiência ao trabalho. O sistema informatizado irá auxiliar de maneira mais eficaz as estatísticas e ações da gestão pública.

Para o comandante da Guarda Municipal, Antônio dos Santos, a aplicação da nova ferramenta é um avanço para a corporação.

“A maioria dos guardas municipais já foi capacitada; agora, os agentes já estão cadastrados e aptos para a utilização da ferramenta. Esse é um grande avanço para Guarda Municipal, que passa a entrar na fase de modernização dos serviços prestados pela Prefeitura”, afirmou o comandante.

O coordenador do Observatório de Segurança Pública, Dolph Ferreira Costa, disse que o novo sistema traz facilidade no acesso à informação.

“Um dos recursos mais importantes que o TRO digital traz é a facilidade de consulta e acesso à informação, permitindo uma melhor gestão interna dos serviços prestados pela corporação ao município. Outro ponto relevante é a transparência para a população daquilo que foi feito pela instituição em serviços de emergência, já que a proposta é tornar público os números produzidos”, contou Dolph.

O desenvolvimento da nova ferramenta foi realizado por profissionais da Secretaria de Ordem Pública, em parceria com a Secretaria de Administração, através da Superintendência de Informática.



Fonte: O São Gonçalo