Nos 212 anos da Polícia Militar, o Cristo Redentor é iluminado de azul, em homenagem

0
15


RIO — Para marcar as celeberações dos 212 anos da Polícia Militar do Rio, o Cristo Redentor foi iluminado de azul no início da noite desta quinta-feira, dia 13 de maio. Sem os tradicionais desfiles de tropa, por conta das restrições devido à pandemia de Covid-19, a data foi celebrada em eventos virtuais internos e teve como ponto alto a iluminação que durou uma hora. Nesta quinta, a corporação recebeu diversos vídeos a parabenizando pela data, o que gerou, segundo a assessoria da PM, um engajamento de mais de um milhão de pessoas.

Policial Militar bate continência para Cristo Redentor, que veste azul em homenagem à corporação aniversariante
Policial Militar bate continência para Cristo Redentor, que veste azul em homenagem à corporação aniversariante Foto: SEPM/Ccomsoc

Uma dentre elas foi o governador Claudio Castro, que de manhã cedo prestou sua homenagem virtual à PM. “Em 13 de maio de 1809 foi criada a Guarda Real do Rio de Janeiro, nossa hoje PMERJ. São 212 anos de história servindo à sociedade. Parabenizo o empenho dos membros da corporação ontem, hoje e sempre”, escreveu Castro.

Com a denominação de Divisão Militar da Guarda Real da Polícia da Corte, a Polícia Militar do Rio de Janeiro foi instituída por Dom João VI no dia 13 de maio de 1809, um ano depois da chegada da Família Real Portuguesa ao Brasil. A data foi escolhida por coincidir com o aniversário do rei de Portugal.

Leia Mais: Homem é morto e mulher fica gravemente ferida na porta de motel em Niterói

A história da Corporação se confunde com os acontecimentos mais importantes do Brasil, justamente a partir do período em que o país passou a ganhar contornos de nação. A trajetória da Polícia Militar também é marcada pelo pioneirismo: foi a primeira instituição pública, por exemplo, a abrir as portas para a população negra ainda no século 19.

Também: DRCI abre inquérito para apurar vídeo em que mulheres aparecem empunhando armas

Mesmo cultivando suas tradições históricas, a orientação do comando da Corporação é olhar para o futuro, investindo em tecnologia e em modelos de policiamento voltados para a estratégia de polícia de proximidade. Essa diretriz está registrada no Plano Estratégico da SEPM, lançado em janeiro de 2020.





Fonte: G1