Niterói inicia vacinação contra covid-19 em crianças na segunda-feira (17)

0
65



A Prefeitura de Niterói inicia, nesta segunda-feira (17), a vacinação contra Covid-19 em crianças de 05 a 11 anos de idade com a vacina Pfizer, de acordo com a aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O município recebeu nesta sexta-feira (14) 2.200 doses para a imunização, que vai acontecer em três unidades de saúde: policlínicas do Vital Brazil, Engenhoca e Itaipu. A testagem para Covid-19 que acontecia nestes três locais será remanejada para novos postos. 

A imunização será iniciada na segunda-feira pelas crianças com comorbidade e deficiência permanente. Posteriormente, a vacinação segue para as outras crianças, de acordo com calendário de idade decrescente, considerando que as maiores faixas etárias ainda são as de maior risco. Para receber a dose da vacina não será exigido qualquer tipo de prescrição médica solicitando a vacinação, apenas o laudo médico para as crianças com comorbidade e deficiência permanente. No ato da imunização é necessária a presença do responsável legal. 

É importante que os responsáveis levem a carteira de vacinação das crianças, que precisam ter intervalo de 15 dias de qualquer vacina. A estimativa do município é vacinar mais de 38 mil crianças nessa faixa etária.

A vacinação para esta faixa etária vai acontecer na Policlínica Sérgio Arouca (Vital Brazil), Policlínica Regional de Itaipu e Policlínica Regional Dr. Renato Silva (Engenhoca). A imunização estará disponível de segunda a sexta-feira, das 08h às 17h, com entrada até 16h. A testagem para Covid-19 que acontecia nestes locais será remanejada para Praça Vital Brazil, Capela Divino Espírito Santo (Engenhoca) e Igreja Lagoinha (Piratininga). 

De acordo com o cronograma, a estimativa é concluir a vacinação das crianças com comorbidade em 5 dias e das demais em 3 semanas. A Secretaria Municipal de Saúde ressalta que o calendário será ajustado de acordo com as doses recebidas pelo Ministério da Saúde. 

Em 16 de dezembro de 2021, foi aprovado pela Anvisa a administração da vacina Pfizer contra a Covid-19 para crianças de 5 a 11 anos. Esse é o único imunobiológico autorizado no Brasil para vacinação de pessoas a partir de 12 anos. Mais de 39 países vacinam crianças contra a Covid-19 e, só nos EUA, mais de 5 milhões de crianças já foram vacinadas. Além disso, a OPAS/OMS já ratificou a importância do Brasil iniciar o quanto antes a vacinação das crianças a partir de 5 anos. Segundo o Ministério da Saúde, o imunizante para essa população chega ao país na segunda quinzena de janeiro.

Em nota técnica, a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) explicou que as crianças também adoecem por Covid-19, são veículos de transmissão do vírus e podem desenvolver formas graves e até evoluírem para o óbito. De acordo com a Fiocruz, a vacinação de crianças vai reduzir formas graves e óbitos pela doença nessa faixa etária, além de colaborar com a redução das transmissões e ser uma das mais importantes estratégias para o retorno e manutenção segura das atividades escolares presenciais.

CONFIRA O CALENDÁRIO:

Crianças com comorbidades e deficiências permanentes

17/01 – 11 anos

18/01 – a partir de 10 anos

19/01 – a partir de 9 e 8 anos

20/01 – a partir de 7 e 6 anos

21/01 – a partir de 05 anos

Demais Crianças

24 e 25/01 – a partir de 11 anos

26 e 27/01 – a partir de 10 anos

28 e 31/01 – a partir de 9 anos

01 e 02/02 – a partir de 8 anos

03 e 04/02 – a partir de 7 anos

07 e 08/02 – a partir de 6 anos

09 e 10/02 – a partir de 5 anos

ENDEREÇOS DE VACINAÇÃO DE CRIANÇAS 

– Policlínica Regional Doutor Renato Silva – Avenida João Brasil, s/nº, Engenhoca.

– Policlínica Sérgio Arouca – Rua Vital Brazil Filho, s/nº – Vital Brazil.

– Policlínica Regional de Itaipu – Avenida Irene Lopes Sodré – Itaipu.

NOVOS LOCAIS DE TESTAGEM

Praça do Vital Brazil – R. Maestro José Botelho, Vital Brazil

Igreja Lagoinha – Estrada Francisco da Cruz Nunes, 5260, Piratininga

Capela Divino Espírito Santo – Rua Ver. José Vicente Sobrinho, 485, Engenhoca



Fonte: O São Gonçalo