Na Baixada, quatro das 13 cidades já começaram a aplicar as doses da vacina de Oxford

0
18


Embora já tenham recebido as doses da vacina de Oxford/AstraZeneca, nem todas as cidades da Baixada Fluminense começaram a aplicá-las. Na região, Duque de Caxias, Nilópolis, Mesquita e Itaguaí já estão imunizando profissionais de saúde com as vacinas recebidas nesta segunda-feira.

Em Nilópolis, as doses da vacina de Oxford estão sendo aplicadas em profissionais da rede particular de saúde que trabalham diretamente na linha de frente de combate à Covid-19. A imunização começou nesta terça-feira no Pronil – Hospital Antonio Paulino e começa a ser realizada na Maternidade Domingos Lourenço, nesta quarta. Nilópolis recebeu 1.860 doses da vacina de Oxford na segunda-feira.

A enfermeira Patrícia Mara Ribeiro, de 42 anos, foi a primeira pessoa imunizada com vacina de Oxford na Maternidade Domingos Lourenço, em Nilópolis. Há 12 na unidade, Patrícia é da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar e atua na linha de frente de combate à doença.

— Foi um período de muitas incertezas, de muito medo. Além de uma, temos duas vidas para cuidar: a gestante e o bebê. Entre casos suspeitos e confirmados, foram 50 ao todo, desde o início da pandemia. Foi uma experiência de muitas lágrimas. É uma doença da solidão porque o protocolo é não receber visitas. Então, na hora de receber a dose da vacina, fiquei muito emocionada — declarou.

A enfermeira Patrícia Mara Ribeiro foi a primeira a ser vacinada na Maternidade Domingos Lourenço, em Nilópolis
A enfermeira Patrícia Mara Ribeiro foi a primeira a ser vacinada na Maternidade Domingos Lourenço, em Nilópolis Foto: Divulgação / Prefeitura de Nilópolis

No município, o público-alvo é composto de plantonistas do Pronil, que atuam na linha de frente da Covid, além de profissionais da Maternidade Domingos Lourenço que lidam com grávidas positivadas para a doença ou que tiveram e estão dentro da janela imunológica. Médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem que atendem diretamente à população e que não foram vacinados com a CoronaVac também serão imunizados com a vacina de Oxford.

Em Duque de Caxias, os primeiros profissionais de saúde a receberem doses da vacina Oxford foram funcionários do Hospital do Olho Julio Cândido de Brito, na última segunda-feira. O município recebeu 7.090, que estão sendo distribuídas, segundo a prefeitura, para as unidades de saúde da rede municipal e estadual, que ainda têm profissionais de saúde a serem vacinados, e para as unidades da rede particular do município. A administração municipal ressaltou que a aplicação das doses da vacina CoronaVac para os grupos prioritários determinados pelo Plano Nacional de Vacinação foi concluída nesta quarta-feira.

Em Nova Iguaçu, a Secretaria Municipal de Saúde informou que as 6.360 doses só serão utilizadas após o final da aplicação da primeira dose da CoronaVac. O objetivo, segundo o município, é imunizar todos do grupo prioritário.

Até esta terça-feira, haviam sido aplicadas 4.213 das 7.465 doses da CoronaVac em profissionais da saúde que atuam em hospitais públicos e privados, nas unidades de urgência e emergência, nas clínicas da família e unidade básica de saúde de Nova Iguaçu. Também foram imunizados idosos em Instituição de longa permanência e pessoas com deficiência com mais de 18 anos em residência inclusiva.

Em São João de Meriti, as vacinas de Oxford começarão a ser aplicadas na próxima sexta-feira nos profissionais do Hospital da Mulher que lidam diretamente no enfrentamento à Covid. Depois, será a vez dos profissionais da Casa de Saúde e Maternidade Terezinha de Jesus e, em seguida, clínicas menores, informou a prefeitura.

Belford Roxo, Japeri, Queimados, Paracambi e Guapimirim também não começaram a aplicar as doses da vacina de Oxford. Os municípios de Magé e Seropédica ainda não responderam.





Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui