Mulher que teve biquíni arrancado no Leblon ganha apoio nas redes com empoderamento feminino

0
637


A empresária Scheila Mack voltava para casa depois de um passeio de lancha quando protagonizou uma cena no Leblon, Zona Sul do Rio, que viralizou nas redes sociais. De biquini, ela estava no banco de trás de um carro conversível quando foi atingida por garrafas d’água arremessadas pela arquiteta Aline Cristina Araújo Silva. Scheila desceu do carro, agrediu Aline e teve o sutiã arrancado pelo namorado da moça. Desde então, ela viu o número de seguidores aumentar e vem recebendo uma enxurrada de mensagens de apoio.

As duas mulheres dentro de carro conversível no Leblon
As duas mulheres dentro de carro conversível no Leblon Foto: Reprodução de vídeo

Em seu perfil no Instagram, Scheila tem repostado algumas dessas mensagens. Em diversos vídeos, ela e seus amigos reproduzem a cena ocorrida na noite de sexta-feira (25), na Rua Dias Ferreira. Depois de ficar com os seios de fora, ela os balançou em tom de deboche. Nos stories, ela aparece repetindo o gesto. Em uma das publicações, amigas escrevem: “Empoderamento feminino”. Em outra, ela é elogiada: “Que mulherão. Você é sensacional”. Em outra, um homem adverte: “Se você vir essa mulher fazendo o pós praia dela e for tirar graça com ela, fique sabendo que vai tomar a tua”.

Em rede social, amigos de Scheila reproduzem gestos feitos por ela depois de ter o biquíni arrancado
Em rede social, amigos de Scheila reproduzem gestos feitos por ela depois de ter o biquíni arrancado Foto: Reprodução

No Twitter, a repercussão do comportamento de Scheila também é majoritariamente positiva. Frases como “Team gostosona do Leblon obviamente” e “Gostosa do leblon lover” fizeram o assunto ser um dos mais comentados nos últimos dias.

Nas redes de Priscilla Dornelles, que assim como Scheila, estava no conversível dirigido por Wilton Vacari Filho, a repercussão também é grande. “Gostosas do Leblon, eu estou com vocês”, “Virei fã”, “Só queria demonstrar meu apoio. Inveja se paga vivendo muito bem e sim revidando a gente mal educada”, são alguns dos comentários recentes deixados na página de seu Instagram.

Priscilla Dorneles também estava no carro conversível
Priscilla Dorneles também estava no carro conversível Foto: Reprodução

Já no perfil de Aline, grande parte das mensagens expostas são de repúdio a atitude da arquiteta. “Engraçado, né? Você estava errada em fazer aglomeração na rua durante a pandemia. Posso tacar água na sua cara também? Hipocrisia”, “O único atentado ao pudor do vídeo é o seu amigo tirando o sutiã da moça”, “Nada justifica sua agressão gratuita” são alguns dos comentários.

Ao Extra, a arquiteta disse que os comentários de apoio estão sendo enviados de maneira privada.

“Acho que 80% das mensagens abertas são contra a minha atitude e 20% são a favor. Fiz questão de manter minhas redes abertas porque a democracia é isso mesmo. Mas quem interessa – meus amigos, familiares, parceiros comerciais – estão comigo.”

O caso

Na manhã de sábado (26), Aline contou no Instagram que estava no restaurante Togu, com duas crianças além de pessoas mais velhas, por volta de 20h de sexta. Ela contou ter presenciado as cenas de “atentado ao pudor” e ficou incomodada, tendo jogado água para “apagar o fogo” do trio que estava no conversível.

“Nós vivemos em uma sociedade e temos que ter respeito pelo outro”, disse ela, que completou: “Os três estavam fazendo preliminares, parecendo um filme pornô bem ali na nossa frente, de camarote”, narrou, afirmando ainda que o fato estava sendo repudiado com xingamentos por “toda a rua”.

Horas depois, o vídeo foi apagado por Aline. Seu namorado chegou a levantar da mesa e arrancar a parte de cima do biquíni de Scheila. O carro então foi embora.

Até o momento, nenhum dos envolvidos no episódio procurou a 14ª DP (Leblon).





Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui