Moradores de Itaboraí celebram a chegada da água em suas casas

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp



A instalação de duas bombas realizada pela Águas do Rio em Itaboraí solucionou o problema crônico de falta d’água em duas regiões: Condomínio José de Anchieta II e Venda das Pedras. A melhoria no sistema de abastecimento beneficiou mais de 2.750 moradores.

Segundo o síndico e morador do Condomínio, Adriano Rosendo, durante 15 anos todos os inquilinos sofreram com o desabastecimento no local. “Somos cerca de 1.600 moradores, tivemos muitas conversas e nada foi resolvido no passado. Já ficamos mais de três meses sem água. Quando a Águas do Rio assumiu o saneamento no município, percebemos o empenho dos funcionários e, em seguida, veio a solução. Agora quando eu ando pelas ruas, as pessoas me param para falar que estão muito felizes com a água. Já querem organizar uma festa para comemorar! Conseguimos até viver sem luz, mas sem água, jamais, porque ela é vida”, conta Adriano.

Para o supervisor de Operações da Águas do Rio, Márcio Bispo, estudos foram necessários para chegar no resultado definitivo. “No caso do condomínio, a nossa equipe vinha acompanhando e fazendo o diagnóstico da rede que abastece o local. Fizemos sondagem de um registro próximo à região para verificar a pressão, teste de válvulas, entre outras ações. Após todas as alternativas, a bomba foi a solução efetiva para levar o nosso serviço aos moradores”, explica o supervisor.

O bairro Venda das Pedras também foi beneficiado com a instalação de uma bomba. No local, mais de 1.150 pessoas passaram a receber água tratada e em regularidade.

“A ideia é expandirmos para outros bairros da cidade. Temos uma equipe de profissionais empenhada e capacitada para os mais diversos desafios nos municípios em que atuamos. Em Itaboraí ainda estão previstos outros investimentos durante esse ano, como por exemplo, a melhoria do abastecimento de água nos bairros de Quissamã, Centro e Outeiro das Pedras”, conclui o coordenador de Operações da Águas do Rio, Claudinei Dumke.



Fonte: O São Gonçalo