Lateral Ramon do Flamengo é denunciado por homicídio culposo


Ramon Ramos, lateral-esquerdo do Flamengo, foi denunciado, nesta
quarta-feira (30), por homicídio culposo (quando não existe a intenção
de matar), pelo Ministério Público do Rio de Janeiro. Isto ocorreu pelo
atropelamento cometido pelo atleta em dezembro de 2021, levando o ciclista
Jônatas Davi dos Santos, de 30 anos, a morte.

Durante as investigações, foi concluído que Ramon dirigia
seu veículo em uma velocidade entre 20% e 50% acima do permitido naquela via, onde o limite imposto é de 70km/h. Foi concluído também que Jônatas passava pelas vias da Avenida das Américas de maneira irregular, o que ‘ajudou’
na hora da tragédia.

 



Ramon já possuía algumas multas por excesso de velocidade e dirigir sem carteira.



Ramon já possuía algumas multas por excesso de velocidade e dirigir sem carteira. | Foto: Reprodução/Redes Sociais





 

Naquela época, antes do acidente, o lateral-esquerdo tinha sido
recém multado por excesso de velocidade. Ramon chegou a
prestar socorro à vítima, chamando por uma equipe médica na hora, porém o
ciclista chegou sem vida ao Hospital Lourenço Jorge.



Fonte: O São Gonçalo