Interdição da Avenida Brasil para obras do Terminal Gentileza é adiada em duas semanas

As interdições que seriam feitas a partir das 23h desta terça-feira (6) no acesso da Avenida Brasil para a Avenida Francisco Bicalho foram adiadas para o próximo dia 17 deste mês. De acordo com a prefeitura, as mudanças na via vão ocorrer para viabilizar as obras do Terminal Intermodal Gentileza, um projeto que pretende integrar VLT, ônibus e o BRT.

Viu? Ataque hacker a sistema da Prefeitura do Rio paralisa venda de imóveis, emissão de nota fiscal e cadastro para benefícios sociais

Patrimônio Cultural Carioca desde 2013: Cervantes, em Copacabana, reabre em outubro

As avenidas Francisco Bicalho e Brasil, formam um dos principais eixos de acesso à capital Fluminense. A pista lateral da Av. Brasil será recomposta e os motoristas poderão acessar a Av. Francisco Bicalho normalmente apenas após a conclusão das obras do TIG, prevista para o fim de 2023.

Segundo a prefeitura, operadores de tráfego, agentes da CET-Rio e apoiadores trabalharão nas interdições para manter a fluidez, orientar os motoristas e efetuar os bloqueios durante a intervenção. Além disso, o órgão ressalta que uma forte sinalização será implantada na região para orientar e alertar os motoristas sobre as modificações no percurso.

Pronto para o festival? Tudo o que você precisa saber para ir e curtir o Rock in Rio

Principais mudanças

A principal rota de desvio para acessar a Avenida Francisco Bicalho é o Viaduto do Gasômetro.

Os veículos com destino à Av. Francisco Bicalho que optarem por não utilizar o Viaduto do Gasômetro poderão utilizar a rota alternativa pelas ruas Santos Lima, Benedito Otoni, São Cristóvão e Avenida Pedro II.

Acesso ao Viaduto da Treliça, na Avenida Brasil altura do cemitério do Caju, será permitido somente para ônibus.

Um ponto de ônibus intermunicipal será criado na Avenida Francisco Bicalho, pista central, sentido Presidente Vargas, para que os ônibus provenientes do Viaduto do Gasômetro possam embarcar e desembarcar passageiros para atender, principalmente, os passageiros com destino à Rodoviária.

Em decorrência das mudanças no trecho, linhas de ônibus do município sofrerão alterações:

  • Linhas que seguem o itinerário pela Rua Santos Lima, como o 472 e 473 seguirão pela Rua Figueira de Melo; Rua São Cristóvão; fazer o retorno na Avenida Pedro II até a Avenida Francisco Bicalho. A Linha 485 seguirá pelo Elevado Professor Engenheiro Rufino de Almeida Pizarro; Rua Francisco Eugênio; até a Avenida Francisco Bicalho.
  • A Linha 265, que segue o itinerário até a Rua Almirante Mariath, deverá seguir pela Rua General Luís Mendes de Morais, Elevado, Rua Francisco Eugênio, Rua Figueira de Melo.
  • As Linhas que seguem o itinerário pela Av. Brasil, como 210, 292, 300, 315, 324, 326, 328, 329, 335, 338, 342, 343, SP343, 348, 349, 362, 369, 378, 379, 380, 384, 385, 386, 388, 389, 393, SV394, 395, 397, 399, 484, 486, 497, 498, 2303, 2305, 2307, 2308, 2309, 2310, 2336, 2339, 2381 e 2383 deverão seguir pela Avenida Brasil; Rua Santos Lima; Benedito Otoni; Rua São Cristóvão; fazer o retorno na Avenida Pedro II; Avenida Pedro II; até a Avenida Francisco Bicalho.

A prefeitura reforçou também a recomendação de que motoristas que não necessitem passar pela região da obra, utilizem de rotas alternativas para seus trajetos.



Fonte: Portal G1