Homem é procurado por tentar matar atual namorado da ex



O Portal dos Procurados divulga nesta quarta-feira (30), um cartaz para ajudar nas investigações da 88ª DP (Barra do Piraí) a fim de obter informações que levam a localização e prisão de Josimar Sinésio da Silva, 32 anos. Ele é o principal suspeito de tentar matar R.A.S, de 39 anos, atual namorado da ex-companheira, J.G.F, de 33 anos. Josimar já é considerado foragido da Justiça.

O caso aconteceu na Avenida Álvaro Gonçalves, no Bairro de Fátima, no município de Barra do Piraí, na noite do último domingo (28). Segundo a polícia, foram disparados seis tiros contra o atual namorado. Ainda de acordo com a polícia, ela contou que o atual e o ex tinham brigado horas antes; além de se ofenderem, ambos chegaram a se agredir fisicamente.

O suspeito fugiu após o crime. Ele é morador de Siderlândia, em Volta Redonda, no sul do estado. O baleado foi levado para o Hospital São João Batista, em Volta Redonda, onde passou por cirurgia e continuava internado. Segundo a unidade médica, ele passa bem e será transferido para a enfermaria nas próximas horas. A mulher, de 33 anos, também atingida, ficou em observação no mesmo hospital, mas apenas com ferimentos superficiais, e já recebeu alta.

Hoje (30) foi feita uma operação para prender o criminoso. Contra ele consta um Mandado de Prisão pelo crime de Tentativa de Homicídio Qualificado e Tentativa de Feminicídio Qualificado, com pedido de Prisão Temporária, com validade até 2042.

Quem tiver informações sobre a localização de Josimar da Silva, o Disque Denúncia recebe informações, nos seguintes canais de atendimento:

Whatsapp do Portal dos Procurados: (21) 98849-6099

(21) 2253 1177 ou 0300-253-1177

APP “Disque Denúncia RJ”

Facebook/(inbox): https://www.facebook.com/procuradosrj/,

https://twitter.com/PProcurados (mensagens).

Site Portal dos Procurados – em Denuncie – (procurados.org.br/contato).

Em todas as plataformas digitais, o Anonimato é Garantido.

A 88ª DP (Barra do Piraí) está encarregada do caso e do inquérito criminal.





Fonte: O São Gonçalo