Gari Sorriso mostra o seu famoso gingado em agradecimento à primeira dose da vacina

0
15


Com o seu gingado característico, que os frequentadores do Sambódromo já estão acostumados e que o tornou conhecido,o gari Renato Sorriso demostrou agradecimento depois de receber a primeira dose da vacina contra a Covid-19 nesta segunda-feira. O local escolhido para receber a imunização com Astrazeca não poderia ser mais simbólico: a quadra do bloco Cacique de Ramos, verdadeiro templo do samba.

—Sempre acreditei na medicina e peço a todos que ainda não se vacinarem para respeitar o calendário, assim como os profissionais que estão vacinando. É imporante saber que a vacina faz diferença na nossa vida. Para nós que trabalhamos diretamente com a população é muito importante estarmos protegigos — afirmou Renato Sorriso, de 56 anos, lembrando de outros profissionais que estão entre os prioritários para receber a imunização, como os da saúde, da segurança e da limpeza urbana.

Junto com a carteira de vacinação, Renato Sorriso exibiu um cartaz com a frase “Boy from Rio Vacionado, numa alusão ao novo clipe da cantora Anitta (Girl from Rio). A segunda dose está agendada para o dia 26 de julho.

Garoto do Rio vacinado
Garoto do Rio vacinado Foto: Luiza Moraes / Agência O Globo

Os profissionais da limpeza urbana passaram a integrar os grupos prioritários de vacinação na segunda-feira da semana passada (26). Até então, apenas os que têm mais de 60 anos tinham sido vacinados, nas datas reservadas originalmente aos grupo de idosos.

Desde a segunda-feira passada, os garis com menos de 60 puderam ser imunizados, respeitando o escalonamento por idade determinado pela Secretaria Municipal de Saúde para pessoas com comorbidades e integrantes dos grupos prioritários.

Além dos profissionais dos garis, estão incluídos neste calendário gestantes, pessoas com deficiência permanente, indivíduos com comorbidades, trabalhadores da saúde, da educação, guardas municipais, motoristas e cobradores de ônibus e transporte escolar. Policiais civis, policiais militares, bombeiros e agentes penitenciários são vacinados nos próprios locais de trabalho.





Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui