Exército gastou R$ 3,5 milhões com próteses penianas

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp



O exército brasileiro gastou recentemente R$ 3,5 milhões com 60 próteses penianas infláveis. Uma investigação para descobrir o motivo da compra será iniciada pelo deputado Elias Vaz (PSB-GO) e o senador Jorge Kajuru (Podemos-GO).

De acordo com as informações, foram três compras realizadas, sendo a primeira no dia 2 de março de 2021, em que levaram 10 próteses no valor de R$ 50.149.72 cada, para o Hospital Militar de Área de São Paulo.

A segunda compra aconteceu em 21 de maio do mesmo ano, e teve a aquisição de 20 próteses, no custo de R$ 57.647,65 cada, para o Hospital Militar de Área de Campo Grande (MS).

Por fim, a última foi realizada no dia 8 de outubro de 2021, onde 30 próteses foram adquiridas, cada uma orçada em R$ 60.716,57, para o Hospital Militar de Área de São Paulo.

Esse tipo de prótese peniana é indicada para casos de disfunção erétil. De acordo com estudos, o produto pode durar entre 10 e 15 anos, e o valor delas costumam superar os R$ 50 mil.



Fonte: O São Gonçalo