Estudante de Direito que ‘descobriu’ os livros aos 36 anos e trabalha como porteiro busca doações para biblioteca comunitária

0
7


Filho de pais semianalfabetos, o professor de capoeira Flávio Ribeiro, de 42 anos, cresceu numa casa sem livros. Foi já na vida adulta, aos 36, que se deparou com as primeiras obras literárias. Na ocasião, ganhou 200 exemplares por ter sido o…

Leia mais




Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui