Dois meses após inauguração, acidentes se intensificam em descida de viaduto em Caxias

0
22


Qualquer barulho de freada é o suficiente para tirar o sono e a paz dos moradores vizinhos ao Viaduto de Gramacho, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. A estrutura, inaugurada no dia 7 de agosto, virou cenário de acidentes de trânsito. O mais recente foi na última quinta-feira, quando um carro se chocou contra uma mureta. As batidas têm ocorrido na curva de descida do viaduto, que dá acesso às ruas Teixeiras Mendes e Herman Lundgren.

Felizmente, em nenhum caso houve vítimas fatais. Mas, para o aposentado Normando Xavier, de 56 anos, o poder público deve tomar providências para evita o pior:

— É muito acidente em pouco tempo. Teve uma batida onde voou a madeira presa no concreto que ajuda a desviar o trânsito. Bateu no portão de garagem da vizinha. Se tivesse alguém na hora, matava. Isso é uma tragédia anunciada.

Em um dos acidentes no Viaduto de Gramacho, mureta tombou sobre poste com o impacto da batida
Em um dos acidentes no Viaduto de Gramacho, mureta tombou sobre poste com o impacto da batida Foto: Foto de leitor

O impacto de um dos acidentes foi tão grande que derrubou a mureta e quebrou um poste. Um reparo foi feito na mureta, mas o poste permanecia no local, em frente ao bar do comerciante Gilberto Pinto Maia, de 58 anos, até a última sexta-feira.

— Comuniquei sobre o poste ao responsável pela obra e ele disse que avisaria à Light. Já tem 20 dias e não veio ninguém — contou Gilberto.

Além do viaduto, uma ciclovia começou a ser construída ao longo da Rua Teixeira Mendes, mas não foi concluída. A estrutura tem 320 metros de extensão e pista de mão dupla.

— No dia da inauguração, eles disseram que voltariam no dia seguinte para continuar a ciclovia. Até agora não veio ninguém — reclamou a professora Valdete Lima, de 47 anos, ressaltando que a obra causou mais prejuízos do que melhorias aos moradores:

— No início da obra, falavam apenas que o fluxo seguiria direto pela Teixeira Mendes e cairia na Washington Luís. A gente foi praticamente enganado. Em nenhum momento, falaram da curva. Também não terminaram a calçada de alguns moradores.

Obra da ciclovia não foi concluída e parou após a inauguração do viaduto
Obra da ciclovia não foi concluída e parou após a inauguração do viaduto Foto: Cléber Júnior / Agência O Globo

A obra do viaduto custou R$ 10 milhões, obtidos junto ao ao Governo Federal. Mas, para a professora Valdete Vieira de Lima, a construção do novo Viaduto de Gramacho causou mais prejuízos do que melhorias aos moradores:

A Prefeitura de Caxias afirmou que já solicitou à Light a troca do poste, e que “vai instalar placas de sinalização e redutores de velocidade no loca”. Também disse que “as obras citadas” serão reiniciadas em breve. Já a Light informou que está “providenciado a substituição” do poste.





Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui