Delegacia de Atendimento à Mulher investiga vazamento de vídeo íntimo de Nathália do BBB22



Após um vídeo íntimo da BBB 22 Natália Deodato, de 22 anos, vazar na internet, a Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher, localizada em Minas Gerais, está investigando quem teria publicado as imagens da sister na internet. A pessoa acusada pode ser presa. 

Foi a equipe de Natália quem denunciou o caso para a polícia na última terça-feira (18). Ontem (19), a equipe dela postou a seguinte declaração nas redes sociais da sister: “Atenção. A Equipe já está ciente das mídias que estão sendo compartilhadas e iremos tomar as medidas cabíveis. O compartilhamento desse conteúdo é um desrespeito a participante enquanto mulher e também a família dela.”

Vale lembrar que a atitude de postar vídeos sexuais na internet sem o consentimento da pessoa é crime e pode acarretar anos de prisão para o culpado. O principal suspeito, segundo a Polícia Civil de Minas Gerais, é um homem de 39 anos que ainda não teve seu nome divulgado. O caso segue em investigação.

Em nota, a Polícia Civil afirmou: “A Polícia Civil recebeu a denúncia, ontem (18/1) à noite, na Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher, em BH, e foi instaurado procedimento investigatório para apurar os fatos. A equipe faz os levantamentos, com base nos relatos da denúncia, para identificar o crime praticado pelo suspeito, de 39 anos”. 



Fonte: O São Gonçalo