de Nova Iguaçu, Vivian Festas expande com lojas enormes pelo Rio

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

Quando tinha 16 anos e começou a primeira loja para vender artigos de festas em Nova Iguaçu em parceria com o pai, a empresária Vivian dos Santos, de 44 anos, não imaginava que o negócio chegaria a se expandir tanto a ponto de ter sete estabelecimentos com cerca de 2 mil metros quadrados cada. Com lojas em Nova Iguaçu, Caxias, Madureira e Barra da Tijuca, a marca Vivian Festas chegou também ao Saara, no centro do Rio. A nova loja tem quatro andares com artigos para decoração de casa, de festas e confeitaria.

— Eu não imaginava que chegaria a ter sete lojas quando abri a primeira. Eu sabia que aquilo estava dando certo. A loja é como uma filha, não era uma coisa que eu criei para as pessoas trabalharem. Eu sempre trabalhei no balcão, eu faço a curadoria de todos os artigos da loja. Estou envolvida em toda as compras — conta a empresária.

A primeira loja da Vivian Festas depois do fim da sociedade com pai foi inaugurada quando ela tinha 18 anos. Já são 26 anos atuando no segmento de artigos para festas e se tornando referência. Além da venda de material, as lojas também oferecem cursos de confeitaria há mais de 15 anos.

— Em Nova Iguaçu tivemos turma com 70 pessoas no curso culinário e em Caxias, até 50. Esses cursos têm aulas promocionais a partir de R$4,99. As empresas cedem os profissionais e eu cedo o espaço para as aulas — explica.

Segundo a empresária, a loja de Duque de Caxias, que tem três andares, chega a atender quase 3 mil pessoas por dia. E na Barra da Tijuca, a loja chega a vender por dia mais de 10 mil itens.

— Eu sempre tive o sonho de ter uma loja que fosse destino, que você para e entra. Foi quando surgiu a ideia da loja da Barra. Veio de um plano audacioso de abrir sozinha uma “loja destino” com tudo de bolo, doce, confeitaria — conta.

Sonho da empresária iguaçuana era ter lojas grandes para artigos de festa, confeitaria e decoração; na foto, loja do Saara, no centro do Rio Foto: Brenno Carvalho / Agência O Globo

As lojas Vivian Festas contam hoje com aproximadamente 800 funcionários ao todo. A empresária se orgulha de ter conseguido passar pela pior fase da pandemia sem demissões.

— Na pandemia eu entrei de cabeça nos artigos de casa. Eu vendo confeitaria e festa, e as confeiteiras começaram a se reinventar para fazer entregas. A gente trabalhava com muitas dicas para confeiteiras nas nossas redes sociais, de como elas podiam se virar para conseguir dinheiro naquele momento — afirma.

Além de aumentar o escopo dos artigos vendidos nas lojas, a Vivian Festas também investiu em vendas por aplicativo de mensagem e uma loja virtual.

— A gente foi se modificando para não parar de trabalhar e assim que começamos a expandir a venda dos artigos para casa. Abri um site de uma hora para outra porque tinha que fazer entregas de qualquer maneira. A gente também fazia retirada na loja de quem já tinha feito o pedido, e assim conseguimos não ter demissões — justifica Vivian.

Mas o plano da empresária iguaçuana não é de parar tão cedo. Ela pretende levar a Vivian Festas para outras cidades e até para fora do estado:

— Agora quero investir realmente na loja virtual e ver se abro mais alguma loja física aqui no Rio ou se vou para outro estado. Tenho muita vontade de abrir uma loja em Niterói e ir para São Paulo, que é o meu maior sonho. Mas tenho que amadurecer a loja nova para poder passar pra outra. Cada loja tem uma personalidade, um perfil de cliente do bairro onde ela está.

Segundo a empresária, a marca do seu negócio é oferecer soluções aos seus clientes.

— Conseguir expandir da maneira que estou fazendo era um sonho, porque sempre tive vontade de ter lojas grandes. A Vivian Festas se tornou o diferencial porque você entra na loja e sai com uma solução. Se não tiver um item que você procura, vai encontrar algo parecido. São mais de 50 mil itens dentro das lojas — diz.



Fonte: G1