Coronavírus: Niterói atinge a marca de mais de 20 mil infectados, afirma boletim do Estado

0
32



Niterói atinge 20 mil casos de pacientes com o coronavírus, se tornando o 2° com mais infectados no Estado do Rio, segundo a Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro. O órgão registrou 20.902 casos de pacientes com a doença no último dia boletim de segunda-feira (14). Além disso, foram registrados 634 óbitos no município.

Já segundo a Prefeitura de Niterói, o município apresenta 19.380 casos confirmados de pacientes com a doença. No número de óbitos, a cidade apresenta 564 mortes. Com isso, a diferença entre os números apresentados é considerável. O órgão municipal apresenta 1.522 casos a menos que o órgão estadual (SES), já com relação aos óbitos, a diferença é de 70 mortes.

Esta não é a primeira vez que é observada uma diferença entre os dados apresentados. Desde junho, já foram apontadas algumas discrepâncias entre os números do município. Em São Gonçalo, também foram registrados números diferentes. Em novembro, essa discrepância chegou a 5.250 casos confirmados de diferença entre a Prefeitura de São Gonçalo e a SES. 

Segundo o boletim da SES, Niterói é atualmente o segundo município com mais casos confirmados de pacientes infectados pelo coronavírus no estado, em primeiro lugar está o Rio, com 151.531 e, em terceiro, São Gonçalo com 17.286 casos. Já o número de mortos no estado chega a 23.740. Nesse quesito, Niterói se encontra em quinto lugar, com 634 óbitos. Em primeiro lugar está a capital, com 13.923 óbitos e, em segundo, está São Gonçalo com 908 mortes.

Vale lembrar que Niterói segue em estágio amarelo 2, no alerta máximo, para a Covid. Por isso, o uso das máscaras e o álcool em gel ainda são importantes para o enfrentamento da pandemia.

Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde de Niterói, por meio da prefeitura do município, informou que “confirma 19.255 casos de Covid-19 em moradores da cidade, sendo 18.401 pacientes recuperados, 145 pessoas em isolamento domiciliar e acompanhados pela Secretaria e 561 óbitos. A Secretaria solicitou a revisão dos dados da Secretaria de Estado de Saúde.”



Fonte: O São Gonçalo