Copacabana Palace afirma seguir com rigidez regras de combate à Covid-19

0
26


Após a publicação, nesta segunda-feira, dia 14, na coluna do Ancelmo Góis, de uma foto de um grupo de pessoas aglomeradas na piscina do Copacabana Palace, em meio ao recrudescimento da pandemia da novo coronavírus, o hotel se manifestou afirmando seguir com rigidez todas as orientações das autoridades locais. Em nota, a empresa destaca que o decreto municipal do último dia 11 de dezembro ratifica que as piscinas de hotéis podem ser abertas.

“A saúde e segurança de nossos hóspedes e funcionários continua sendo a nossa maior prioridade. Continuaremos em estreita colaboração com as autoridades locais para prevenir a propagação do vírus”, afirma o texto.

Leia: Com alta da Covid, prefeitura do Rio vai ‘avaliar’ planejamento de comemoração para réveillon

Com a retomada gradual do turismo na cidade, os meios de hospedagem continuam seguindo uma série de protocolos sanitários, como o uso de máscara nele reforço na higienização dos espaços. Nas piscinas, muitos hotéis têm adotado a reserva de horários para os hóspedes, com limite reduzido de capacidade de banhistas.

No decreto da última sexta-feira, as únicas mudanças estabelecidas pelo município foi um escalonado no funcionamento da indústria, do comércio e dos serviços, com objetivo se evitar aglomerações nos transportes públicos. A indústria passou a abrir a partir das 7h. Já os serviços iniciam suas atividades a partir das 9h. E o comércio de rua, às 11h. Shoppings e centros comerciais estão liberados 24 horas por dia.

Veja: Associação de Municípios do Rio pede que governo estadual adote medidas de isolamento

Moradora de Caxias perde cinco parentes para a Covid-19 em menos de dois meses

Prefeito eleito, Eduardo Paes apela para que idosos não saiam às ruas

Piscina do Copacabana Palace
Piscina do Copacabana Palace Foto: Reprodução





Fonte: G1