Conheça Deise, a moradora do Alemão que viralizou nas redes após queda na escada

0
152


Vídeo de Deise caindo viralizou nas redes sociais Foto: Reprodução

Com um copo de cerveja na mão, Deise Gouveia cambaleava de um lado para o outro sem descer do salto enquanto voltava para casa depois de curtir um show de pagode no Complexo do Alemão, onde mora com a avó. Até que resolveu parar para descansar e se apoiou em uma parede. O que ela não imaginava, porém, é que a parede era, na verdade, a porta destrancada da casa de uma vizinha. Não deu outra: Deise perdeu o equilíbrio e rolou escada abaixo, até parar na sala de estar de uma mulher, que exclama espantada: ”O que é isso?!”. O momento inusitado foi registrado em vídeo e, neste fim de semana, tomou as redes sociais. Antes com um pouco mais de mil seguidores no Instagram, Deise já ultrapassa os 90 mil seguidores na rede social, tornando-se na nova sensação da internet.

— Mulher, eu não sei o que tá acontecendo… Só sei que fui dormir depois daquilo e, quando acordei, minhas amigas estavam aqui em casa para me contar que eu estou bombando na internet. Minha mãe ficou brava com isso de início, achando que eu estava sendo zoada na web. Eu fiquei sem entender nada — admite a carioca de 21 anos em conversa por telefone com o EXTRA, na manhã deste domingo.

E ela explica o contexto do vídeo que a tornou famosa nas redes sociais:

— O tombo aconteceu no sábado de manhã, por volta das 9h. Eu estava voltando do show do Di Propósito e achei que o lugar onde me apoiei era uma parede. Quem gravou foi a cunhada de uma amiga, mas quem publicou o vídeo nas redes foi uma conhecida. A queda foi muito rápida, quando vi já tinha uma mulher me encarando lá caída. Ela ficou assustada. Morrendo de vergonha, eu saí correndo da casa dela.

A dona da casa em que Deise caiu é Ana Paula, que enfrenta um câncer no reto. Horas depois da queda, Deise voltou à procurá-la para pedir desculpas pelo susto, orientada pela avó (a quem Deise chama de mãe), e descobriu seu estado de saúde. Ela resolveu, então, fazer bom uso da visibilidade recebida nos últimos dias e criou uma vaquinha on-line para arrecadar dinheiro, alimentos e fraldas para a vizinha. Até o fechamento desta reportagem, a iniciativa somava mais de R$ 11 mil.

Aproveitando a fama, Deise está fazendo vaquinha para ajudar vizinha que levou susto com queda
Aproveitando a fama, Deise está fazendo vaquinha para ajudar vizinha que levou susto com queda Foto: Reprodução/Instagram

— Depois daquilo fui dormir e, quando acordei, minha mãe falou para eu ir lá. Eu já conhecia a Ana Paula de longe, e quando fui na casa dela ela estava no portão, rindo do que aconteceu om outras pessoas. Quando pedi desculpas, ela disse que não precisava. Ela mecontou que tem um câncer no reto e que pecisa de fralda, foi quando pensei no que podia fazer para estar ajudando e criei uma vaquinha on-line para ela. Até então está fazendo muito sucesso. Na última vez que olhei tinha mais de dois mil reais doados, fora os alimentos e as fraldas que estão sendo doados. Hoje vou recolher tudo para dar para ela — relata Deise, que saiu ilesa da queda na escada de Paula: — Não me machuquei, não. Estou bem.

Tão bem que, logo depois da queda, ainda no sábado, Deise ainda fez uma parada no bar para continuar bebendo.

— Falam que eu sou inimiga do fim, e só saio dos eventos quando a Comlurb chega. Hoje mesmo já devo sair de novo, se não chover. Naquele dia eu saí de casa uma três horas da madrugada, e a curtição começou às quatro horas. Já na volta para casa… É, a ventania estava muito forte — brinca ela, referindo-se ao estado embrigado que mostra no vídeo: — Não tive ressaca depois daquilo. Quase nunca tenho, na verdade. Mas quando vem… É muito forte.

Por outro lado, as quedas são mais frequentes do que se imagina:

— Ih, eu levo tombo o tempo todo. Se passar um vento, eu caio. Aquela foi só mais uma rasteira da vida.

Uma ”rasteira” com gosto de vitória, já que o tombo vem rendendo reconhecimento até entre os famosos e, ainda, a possibilidade de começar uma carreira como digital influencer, algo que a moradora do Complexo do Alemão já tinha vontade de fazer.

— Eu tinha vontade ser influencer. Já ajudava uma amiga que tem um perfil de maquiagem a divulgar os trabalhos, gravava uns vídeos para os stories do Instagram com a minha mãe… Teve até um amigo que me disse para investir nisso uma vez, mas achei que ele estava me zoando. Agora, é tentar aproveitar ao máximo essa fama e produzir mais conteúdo e ajudar quem precisa. Minha ficha ainda não caiu, é surreal. Os números no meu perfil nao param de subir — afirma ela, que estuda contabilidade em uma faculdade particular há dois semestres: — Estou desempregada, procurando um estágio. O que vier eu estou aceitando.





Fonte: G1