Começa desmontagem da estrutura do Parque Olímpico do Rio de Janeiro

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp



A estrutura metálica onde funcionava a galeria técnica do Centro Internacional de Transmissão (International Broadcasting Center-IBC, na sigla em inglês, como era chamado), construído para os Jogos 2016, do Parque Olímpico, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio, começou a ser desmontada hoje (9). Metade dela será usada na construção do Terminal Intermodal Gentileza, na região portuária do Rio, com previsão para funcionar no fim de 2023 com a estimativa da prefeitura de receber por dia 130 mil passageiros.

O nome é em homenagem a José Datrino, conhecido como profeta Gentileza, que fez inscrições nas pilastras do Elevado da Perimetral e no viaduto do Gasômetro, próximo do local onde será construído o terminal, com mensagens sobre a natureza, amor e espiritualidade, entre outros temas. A frase mais conhecida dele é Gentileza gera gentileza.

Toda a quantidade de 1400 toneladas de aço da estrutura será transferida para um terreno próximo ao local da obra. A parte que não será usada na construção do Gentileza, segundo a prefeitura, vai ser vendida por meio de licitação. Com isso, a prefeitura deixa de gastar com a compra de material para a construção do terminal.

“A gente economiza R$ 22 milhões de recursos públicos que seriam utilizados na obra do terminal, graças a essa estrutura desta galeria técnica do IBC. Economizamos R$ 22 milhões, que é um valor bem significativo”, disse o prefeito do Rio, Eduardo Paes, que estava presente nesta segunda-feira no início do trabalho de desmontagem, que deve terminar no último trimestre deste ano.

A prefeitura não vai precisar pagar também pela desmontagem e transferência das vigas metálicas. Os custos serão bancados pela concessionária VLT Carioca, responsável pela obra do terminal. Segundo Paes, na época a estrutura foi comprada pela prefeitura com recursos do governo federal e a ideia era que fosse aproveitada depois em outros projetos.



Fonte: O São Gonçalo