Cineasta morre depois de seu avião bater em uma torre de alta tensão

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp



Duas pessoas morreram após a queda de um avião utilizado por paraquedistas em Boituva, interior de SP. O acidente aconteceu na última quarta-feira (11).

Entre os mortos está o cineasta André Luiz Warwar, de 53 anos. Ele trabalhava na parte de tecnologia do Grupo Globo e dirigiu o filme ‘Crime da Gávea’ em 2017. André também era paraquedista.

Além dele, o Corpo de Bombeiros fez o atendimento de 12 pessoas durante o ocorrido. André e mais uma vítima tiveram uma parada cardiorrespiratória e não resistiram.

O outro óbito registrado foi do paraquedista Wilson José Romão Júnior, de 38 anos. Ele era profissional na área, possuindo experiências em saltos e também sendo instrutor.

O avião de pequeno porte, antes da queda, pode ter colidido com uma torre de alta tensão, de acordo com o Corpo de Bombeiros.



Fonte: O São Gonçalo