Bolsonaro demite diretor-geral da Polícia Federal

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp



O presidente Jair Bolsonaro exonerou nesta sexta-feira (25) o diretor-geral da Polícia Federal, Gustavo Maiurino, que estava no comando da corporação desde 2020. A decisão foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União. 

Maiurino foi nomeado pelo ministro da Justiça, Anderson Torres, para assumir a Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (Senad). Em seu lugar, foi nomeado Márcio Nunes de Oliveira, então secretário-executivo do Ministério da Justiça.

De acordo com o site Congresso Em Foco, a troca na direção da corporação surpreendeu a categoria, que não esperava a substituição. 

O novo diretor é próximo ao ministro da Justiça, Anderson Torres, de quem é o número 2 na pasta. Antes de assumir a secretaria-executiva da Justiça, Márcio Nunes era superintendente regional da PF no Distrito Federal, cargo que ocupou entre maio de 2018 e abril de 2021.

Márcio é formado em Direito pela Associação de Ensino Unificado do Distrito Federal. Tem pós-graduação lato sensu em Direito Penal e Processual Penal pela Universidade Cândido Mendes. Desde 2008 é professor da Academia Nacional de Polícia.



Fonte: O São Gonçalo